IMPORTANTE!!!

Nascemos, crescemos e vivemos como se a vida fosse apenas um pequeno espaço de tempo que temos para cumprir aqui na terra. Vivemos em busca de um dia melhor , mais interessante que o outro, corremos em busca muitas vezes de alegria, de sucesso, de fama, de uma vida profissional; bem sucedida. Ou simplesmente de viver cada dia como se fosse o ultimo de nossas vidas. Curtir, sair para se divertir, correr, pular, correr, dançar enfim viver correndo para tudo como se não houvesse o futuro a nos esperar. Nos enganamos se pensamos ou vivemos assim, existe um futuro que pode ser eternamente bom ou eternamente ruim, isso só depende do caminho que eu e você procuramos seguir hoje. A Vida como um jardim, que hoje as flores nascem, florescem e amanhã murcham e cai. Mas existe um amor que nos faz viver e eternamente bem, existe um lugar onde as flores não morrerão, onde não haverá cansaço, não haverá nem correria, um lugar onde o senhor preparou para nóis ao seu lado vivermos. Jesus no quer que você deixe de viver. Corra, brinque, se alegre, sorria, seja um jovem feliz, mais lembre-se que você pode ser assim e ter um futuro muito melhor com Jesus na sua vida. Porque Jesus morreu para que nós tenhamos vida e vida com abundância no Senhor. Jesus ama você. Aceite o desafio de conhecer e viver com Jesus.

ATENÇÃO.

ESCLARECIMENTO: ESTE BLOG NÃO TEM A INTENÇÃO DE JULGAR NENHUM TIPO DE CRENÇA OU RELIGIÃO, E SIM LEVAR O CONHECIMENTO E A INFORMAÇÃO AO POVO DE DEUS, E AS PESSOAS, DAS COISAS QUE ESTÃO ACONTECENDO NA INTERNET E NO MUNDO. MUITAS COISAS AQUI PODEM NÃO SEREM VERDADE, POIS TEMOS QUE ANALISAR AS COISAS, E VER O QUE ESTÁ CORRETO OU NÃO. JESUS DISSE: PROVAI DE TUDO E RETEM O QUE É BOM. TAMBÉM DISSE: MEU POVO PERECE POR FALTA DE CONHECIMENTO. E EU DIGO: CONTRA FATOS, NÃO HÁ ARGUMENTOS. PEÇO AOS IRMÃOS QUE OREM POR NÓS.
QUE A PAZ DE JESUS ESTEJA COM TODOS.

Pastor é impedido de pregar após condenar homossexualidade

Um pastor do Reino Unido conta que foi pressionado a renunciar pouco tempo depois de citar um versículo bíblico que fala sobre a homossexualidade em um culto público.
Barry Grayhorn era voluntário para o trabalho de capelania prisional em uma prisão para criminosos sexuais. Em uma de suas pregações, falou sobre o arrependimento e perdão. Citou 1 Coríntios 6:9-11, passagem que condena adultério e homossexualidade.
Pastor é impedido de pregar após condenar homossexualidade
Poucos dias depois, uma denúncia anônima foi feita à direção da prisão. Barry foi proibido de voltar a pregar no local, acusado de ter feito ‘comentários homofóbicos’.
Ele conta que a pressão foi grande e, por isso abriu mão do trabalho. A ONG Centro Jurídico Cristão está representando Grayhorn que levou o caso à justiça. Nos últimos anos, há vários casos de pastores que foram inclusive presos por se manifestar publicamente contra o estilo de vida gay.
A Inglaterra atualmente debate uma proposta da ministra do Interior, Theresa May, e defendida pelo Partido Conservador que tem o nome oficial “Extremism Disruption Orders” [Mandatos para Bloquear o Extremismo].
Esses mandatos serviriam, por exemplo, para proibir qualquer indivíduo que o governo considere “extremista”, de aparecer no rádio ou na televisão, protestando em público ou até mesmo postar mensagens em redes sociais. Dependendo do caso, pode resultar em prisão.
Contudo, o congressista Mark Spencer está pedindo publicamente que esses mandatos sejam usados também para impedir que as crianças sejam ensinadas nas escolas “pontos de vista antiquados sobre a homossexualidade”. Ou seja, os professores cristãos que afirmarem que o casamento homossexual é pecado serão equivalidos aos pregadores de ódio islâmicos, podendo responder civil e criminalmente por isso.
FONTE;
http://gospeln.com/

Aceitação da homossexualidade cresce em todos os grupos cristãos


Aceitação da homossexualidade cresce em todos os grupos cristãos
Os membros do quase todos os principais cristãos passaram a ter uma maior aceitação da homossexualidade ao longo dos últimos anos. Os dados fazem parte de uma pesquisa do Centro de Pesquisas Pew, que comparou dados de 2007 com outra pesquisa similar feita em 2014
A comparação mostra a velocidade que o assunto tem se infiltrado em todas as camadas da sociedade. Questionados se “a homossexualidade deve ser aceita pela sociedade”, o maior número de pessoas que concordaram é católico. 58% disseram “sim” em 2007 e hoje são 70%, o maior índice entre os entrevistados.
A aceitação entre os cristãos pertencentes a igrejas ortodoxas, subiu de 48 para 62%.  Os evangélicos “liberais” que aceitam eram 56% em 2007 e agora são 66%.  Entre os chamados conservadores, 26% davam apoio em 2007 e agora são 36%. Na média entre todos os cristãos, eram 44% sete anos atrás e agora são 54%.
Seitas que afirmam ser cristãs como mórmons e Testemunhas de Jeová, parecem mais resistentes a mudança e os percentuais subiram em proporção menor.
A pesquisa mostra que o aumento nos percentuais deve-se, sobretudo, a geração mais jovem.  De acordo com os analistas da Pew, mais da metade de todos os entrevistados com menos de 20 anos veem a homossexualidade com “naturalidade”. Foram entrevistados 35 mil americanos, dentro de uma pesquisa ampla, que também mostrou a diminuição da “fé em Deus” como um todo.
Os americanos que afirmam crer em Deus são 89%, enquanto sete anos atrás eram 92%. Nunca foi tão grande o índice de pessoas “sem religião”, cerca de 23%. O número de pessoas que deixaram de ver a Deus como uma pessoa e passaram a descrevê-lo como “força impessoal”, chega a um quarto da população (26%).
FONTE;
http://gospeln.com/