IMPORTANTE!!!

Nascemos, crescemos e vivemos como se a vida fosse apenas um pequeno espaço de tempo que temos para cumprir aqui na terra. Vivemos em busca de um dia melhor , mais interessante que o outro, corremos em busca muitas vezes de alegria, de sucesso, de fama, de uma vida profissional; bem sucedida. Ou simplesmente de viver cada dia como se fosse o ultimo de nossas vidas. Curtir, sair para se divertir, correr, pular, correr, dançar enfim viver correndo para tudo como se não houvesse o futuro a nos esperar. Nos enganamos se pensamos ou vivemos assim, existe um futuro que pode ser eternamente bom ou eternamente ruim, isso só depende do caminho que eu e você procuramos seguir hoje. A Vida como um jardim, que hoje as flores nascem, florescem e amanhã murcham e cai. Mas existe um amor que nos faz viver e eternamente bem, existe um lugar onde as flores não morrerão, onde não haverá cansaço, não haverá nem correria, um lugar onde o senhor preparou para nóis ao seu lado vivermos. Jesus no quer que você deixe de viver. Corra, brinque, se alegre, sorria, seja um jovem feliz, mais lembre-se que você pode ser assim e ter um futuro muito melhor com Jesus na sua vida. Porque Jesus morreu para que nós tenhamos vida e vida com abundância no Senhor. Jesus ama você. Aceite o desafio de conhecer e viver com Jesus.

ATENÇÃO.

ESCLARECIMENTO: ESTE BLOG NÃO TEM A INTENÇÃO DE JULGAR NENHUM TIPO DE CRENÇA OU RELIGIÃO, E SIM LEVAR O CONHECIMENTO E A INFORMAÇÃO AO POVO DE DEUS, E AS PESSOAS, DAS COISAS QUE ESTÃO ACONTECENDO NA INTERNET E NO MUNDO. MUITAS COISAS AQUI PODEM NÃO SEREM VERDADE, POIS TEMOS QUE ANALISAR AS COISAS, E VER O QUE ESTÁ CORRETO OU NÃO. JESUS DISSE: PROVAI DE TUDO E RETEM O QUE É BOM. TAMBÉM DISSE: MEU POVO PERECE POR FALTA DE CONHECIMENTO. E EU DIGO: CONTRA FATOS, NÃO HÁ ARGUMENTOS. PEÇO AOS IRMÃOS QUE OREM POR NÓS.
QUE A PAZ DE JESUS ESTEJA COM TODOS.

Arqueologia constata que a Bíblia tinha razão? Os gigantes nefilins.



VERDADE OU MENTIRA????????



Não é a primeira vez que fotos de gigantes mencionados na Bíblia circulam pela Internet e, certamente, não é última.


Gênesis 6:4
"Havia, naqueles dias, gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os varões de fama."





Quem acredita na Palavra vai continuar acreditando e aqueles que acreditam na existência de gigantes vão continuar a acreditar. Afinal de contas, para os pigmeus da África um time de basquete é uma raça de gigantes.



Portanto, não se trata aqui de questionar se a Bíblia tinha razão nem se os nefelins existiram.

Uma das primeiras coisas a chamar a atenção nas imagens é o excelente estado de preservação dos esqueletos e a presença de quase toda a ossatura. Em que ano viveram os gigantes nefilins (ou nephilins)?

Outros detalhes provocam dúvidas.
Martelo: os arqueólogos dessa expedição usam martelo de unha e não martelo apropriado para escavação de fósseis.
Martelo
A sombra do crânio está mal feita.

Esses pesquisadores são muito descuidados, pois metem o pé na cabeça do gigante sem nenhum cuidado, correndo o risco de danificar tal preciosidade arqueológica.
Pé na cabeça
A impressão que se tem é que a pá flutua. A haste indicada pela seta não projeta sombra.Pa que flutua
Esta outra pá também desafia a lei da gravidade e flutua.Masi uma pá que flutua
A silhueta da camisa é muito forçada e o bumbum do arqueólogo tem como silhueta uma linha reta que se prolonga para formar a sombra.Silhueta
A ferramenta não projeta sombra e parece flutuar.Ferramenta a flutuar

Não merecia mesmo o primeiro lugar :)



Uma das versões circula com mapa indicando o local onde teriam se realizado as escavações.
Mapa
Detalhe do mapa.
Detalhe do mapa


Que país é esse? Grécia?



Há versões indicando que os esqueletos teriam sido encontrados na Índia e sua recuperação ocorreu graças à ajuda do exército indiano.

Mas não é nada disso. Segundo TruthOrFiction.com  as imagens foram criadas por IronKite e obtiveram o terceiro lugar em concurso intitulado Anomalias Arqueológicas patrocinado pelo Worth1000.com.

O que leva as pessoas a acreditar que as imagens são verdadeiras?

Antes mesmo de olhar as imagens essas pessoas já acreditavam na existência de gigantes, pois o Livro os menciona. A descoberta apenas "confirma" o que elas já sabiam. Portanto, não há como contestar, muito embora existam diferentes interpretações do conteúdo da Bíblia e nem todas elas tomam ao pé da letra o que lá se encontra escrito. A transcrição de trechos da Bíblia reforça a crença.

Seja como for, a curiosidade sempre é aguçada quando se trata de criaturas humanas muito grandes, muito pequenas ou deformadas.

Além de Golias e dos nefilins, a imaginação e a arte humana criaram outros gigantes como os cíclopes e os super-heróis modernos.

O marinheiro Lemuel Gulliver, imaginado por Jonathan Swift, viajou através de países estranhos. Em Liliput ou Lilipute, Gulliver era o gigante cercado por minúsculas criaturas. De Liliput, Gulliver segue para Brobdingnag  onde habitam gigantes.

Conclusão: não houve nenhuma descoberta arqueológica e as imagens foram montadas para inscrição em concurso.

Veja também:





Veja só como esse gigante leva a sua cria:
Filha de gigante 
Mais gigantes.
DICTIONARY OF ISLAM  (Sob o termo Gigantes: Adão tinha seis jardas de altura.... um gigante chamado Uj nasceu nos tempos de Adão e viveu até os tempos de Moisés... ele era tão alto que as águas do dilúvio chegavam à sua cintura...)




nefilins, Os  (O autor é categórico: "Desconsidere tudo que aprendeu nas instituições de ensino, sobre criacionismo ou evolucionismo! Tudo que tem sido ensinado, tem somente o objetivo de manter a humanidade ignorante e submetida aos sombrios interesses das corporações político-econômicas das nações. O material contido aqui tem o único objetivo de abrir sua mente para a verdade.")

Quem são os gigantes de Gênesis 6:4? E os “filhos de Deus?”  (As Testemunhas de Jeová ensinam que os “gigantes” de Gênesis 6:4 são o resultado da união de mulheres com anjos.)






Mensagem original.
Sent: Thursday, July 22, 2010 10:51 AM
Subject: FOTOS DOS GIGANTES DESCRITOS NA BÍBLIA.

É sempre bom constatar, e agora ainda mais Cientificamente, que o nosso Deus e sua Palavra é a mais clara expressão da Verdade!!!!!!!


ARQUEOLOGIA CONSTATA QUE A BÍBLIA TEM RAZÃO, VEJAMOS:

"HAVIA, NAQUELES DIAS, GIGANTES NA TERRA" (Gênesis 6; 4).

"ESTES QUATRO NASCERAM DOS GIGANTES EM GATE” (2 Samuel 21;22).

"TAMBÉM VIMOS ALI GIGANTES, FILHOS DE ENAQUE, DESCENDENTES DOS GIGANTES; E ÉRAMOS AOS NOSSOS OLHOS COMO GAFANHOTOS, E ASSIM TAMBÉM ÉRAMOS AOS SEUS OLHOS.” (NÚMEROS 13: 33).

"Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. " João 3:18

Imagens anexadas.
Arqueólogos encontram esqueletos gigantes?
Arqueólogos encontram esqueletos gigantes?

Arqueólogos encontram esqueletos gigantes?

Arqueólogos encontram esqueletos gigantes?

Arqueólogos encontram esqueletos gigantes?

Arqueólogos encontram esqueletos gigantes?

Arqueólogos encontram esqueletos gigantes?

Arqueólogos encontram esqueletos gigantes?
Nestas duas últimas fotos as estacas não projetam sombras.

Os Nefelins.

"E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas dos homens, viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram." Gênesis 6.4.

"Porque só Ogue, rei de Basã, ficou de resto dos gigantes; eis que o seu leito, um leito de ferro, não está porventura em Rabá dos filhos de Amon? De nove côvados [4 metros] o seu comprimento , e de quatro côvados [1,78 metros] a sua largura, pelo côvado de um homem." Deutoronômio 3.11

“Também vimos ali gigantes, filhos de Anaque, descendentes dos gigantes; e éramos aos vossos olhos como gafanhotos e assim também éramos aos seus olhos." Números 13.33

"Os Emins dantes habitaram nela, um povo grande, e numeroso, e alto como os gigantes; também estes foram contados por gigantes, como os Anaquins; e os moabitas lhes chamam Emins." Deuteronômio 2.10-11

"Então saiu do arraial dos filisteus um homem guerreiro, cujo nome era Golias, de Gate, que tinha de altura seis côvados e um palmo [ 3,15 metros]." 1 Samuel 17.4

Versão de outubro de 2010 traz as mesmas imagens e mais o texto abaixo.
Sent: Tuesday, October 19, 2010 8:44 PM
Subject: Descoberta Arqueológica na Grécia

Fotos assombrosas de uma recente descoberta arqueológica na Grécia. Observe o incrível tamanho do crânio...

Esta descoberta completamente inesperada prova da existência de "Nephilim".
Nephilim é a palavra usada para descrever o gigante que é falada nos tempos bíblicos por Enoch, e contra o gigante que lutou David (Golias).

Num. 13:33 - Também vimos ali gigantes, filhos de Enaque, descendentes dos gigantes; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos aos seus olhos.
Gen. 6:04 - Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama.


fonte;
http://www.quatrocantos.com

Americana coloca alma à venda por R$ 4 mil em leilão virtual.



Lori relata que espera que sua alma seja salva quando vendida

Frete é de R$ 11 e item vem com certificado. Ninguém deu lance ainda.

Uma norte-americana afirma que colocou sua alma à venda por US$ 2 mil (R$ 4.036) em um site de leilão virtual.

A mulher, que se identifica como Lori N., relatou à emissora "KOB" que decidiu vender sua alma após ser atropelada em 2007 e ter que parar de trabalhar.

Segundo o suposto anúncio, que ainda não recebeu nenhum lance, a alma vem com um certificado com as "marcas brancas e pretas" da alma de Lori - ela afirma que tem mais marcas brancas.

Ex-seguidores contam segredos da cientologia, religião conhecida por atrair celebridades como Tom Cruise.



Religião é conhecida por atrair super celebridades, como Tom Cruise, John Travolta e Juliette Lewis.

O Fantástico fala sobre a separação de um dos casais mais famosos do mundo. Tom Cruise, 49 anos, e Katie Holmes, 33, anunciaram recentemente o fim de um casamento que parecia perfeito e durou cinco anos. Oficialmente, eles não revelaram os motivos, mas no centro da polêmica está a cientologia, uma religião misteriosa a que o casal pertence.

Uma reportagem especial da BBC de Londres mostra os bastidores dessa igreja e as pressões sofridas por quem tenta abandoná-la.

Uma religião conhecida por atrair super celebridades, como: Tom Cruise, John Travolta e Juliette Lewis. Notória pelos regimentos internos implacáveis- “a organização não deve cuidar de crianças ou bebês”, diz o ex-membro da cientologia Marc Headley- e métodos muito estranhos, como um detector de verdade.

Quando se casou com Cruise, Katie Holmes adotou a religião do marido. Mas com o tempo ela teria se cansado da disciplina imposta pela seita. Principalmente por causa da filha do casal, Suri, hoje com 6 anos. Segundo um escandaloso jornal inglês, Kate ficou aterrorizada porque Tom queria matricular Suri em uma escola controlada pela cientologia. A atriz não fez nenhuma declaração oficial a respeito.

Ela também se mostrou pouco à vontade para discutir a vida pessoal em entrevista inédita ao Fantástico. Foi no lançamento do filme "Cada um tem a gêmea que merece", ao lado do comediante Adam Sandler. É por isso que ele também aparece nas imagens. A conversa aconteceu no México, no ano passado. Antes, portanto, do divórcio. Na época, Suri não ia à escola. Era educada em casa pelos pais.

O repórter perguntou por quanto tempo ela planejava manter esse esquema.

“Está funcionando bem”, ela respondeu, já emendando um "obrigado" e querendo encerrar a conversa.

Mas ele insistiu: até quando a Suri vai estudar em casa?

Muito reticente, ela diz: "Sabe, o jeito que eu... Sou mãe... Eu procuro ouvir o que minha filha quer, em vou em frente com isso."

O repórter tentou mais uma pergunta sobre a filha: o que Kate acha de Suri, tão novinha, já ser super ligada em moda?

“Ah, eu acho empolgante”, disse Holmes.

Será que ela se separou para proteger a filha da cientologia? As especulações continuam, alimentadas pela obsessão dessa igreja por manter em segredo tudo o que acontece lá dentro. E também por seguidas denúncias de pessoas que pertenceram à religião, mas decidiram sair e contar tudo.

É isso o que mostra a reportagem especial, produzida pela respeitada BBC, de Londres, e exibida no Brasil com exclusividade pelo Fantástico (a reportagem não pode ser exibida no site por motivos contratuais).

O repórter da BBC está à espera de um homem que prometeu contar tudo o que sabe sobre a cientologia.

Mike Rinder foi da igreja por quase 50 anos. Chegou a um cargo importante, porta-voz oficial. Mas acabou saindo, e hoje é considerado um traidor.

“Esta casa foi de L. Ron Hubbard”, diz Rinder ao mostrar a residência.

L. Ron Hubbard era escritor de ficção científica. Foi ele que criou a cientologia. Para Hubbard, todos nós temos um espírito - chamado de thetan - que reencarna várias e várias vezes.
Essa é a versão oficial da cientologia. A não oficial, relatada por ex-membros, inclui outros detalhes, como a crença em Xenu, um ditador intergaláctico que teria deixado o espírito de ETs no nosso planeta. Mas a igreja nega que a figura de Xenu exista nos ensinamentos.

Em 2007, o repórter da BBC gravou um primeiro documentário sobre o tema, e viu que não era fácil. “Estamos sendo seguidos”, diz ele ao notar um carro preto atrás de seu veículo. “Estamos sendo seguidos de novo”, repete ao ver outro transporte o seguindo novamente.

Seriam representantes da cientologia? A igreja negou. A pressão foi crescendo. Acusado de distorcer informações nas entrevistas, o repórter finalmente explodiu. “Você não ouviu nem gravou toda a entrevista, está ouvindo? Você não estava lá”, grita ele com um homem.

Agora, três anos depois, Mike está fora da igreja, e livre para confessar: “você estava sendo seguido”, revela ao repórter.

Nos Estados Unidos, vigora a mesma política de vigilância. É lá que existe o maior número de adeptos da religião.

Marty Rathbun ficou na igreja por 27 anos. Trabalhava em um dos processos mais importantes, chamado de auditing, uma espécie de aconselhamento espiritual.

Tudo começa com um aparelho. “É bem simples, um medidor de resistência. Parece um detector de mentiras”, diz Rathbun. “Eu vou te beliscar, quero que você veja o que a agulha faz”, fala ao repórter. “Está vendo isso? Agora quero que você se lembre do momento do beliscão”, acrescenta.

“Minha mente se lembrou do beliscão e isso ficou registrado no aparelho”, aponta o repórter.

Na sessão com o aparelho, segundo os cientólogos, os fiéis descarregam sentimentos negativos. Passam a se sentir melhor.

Tudo é registrado por câmeras escondidas. É o que contam Marc e Claire, um casal que fez parte da elite da cientologia, responsável pela administração da igreja.

“Eu montei mais de cem salas que tinham duas câmeras e um microfone”, conta Marc Headley, ex-membro da cientologia.

Claire chegou a ver vídeos das sessões de Tom Cruise. Elas incluíam questões pessoais, coisas que Tom Cruise não gostaria que as pessoas soubessem.

Marc e Claire, que foram criados dentro da cientologia, viram a religião se voltar contra eles.

Os dois eram casados quando ela engravidou. Moravam no quartel general da seita, um local recluso na Califórnia. Lá, o regulamento é claro: funcionários não podem ter filhos.

Claire diz que teve que abortar duas vezes por causa disso. Frustrado, o casal abandonou a seita - e sofreu as consequências.

“No dia seguinte, a igreja chamou minha mãe, meu padrasto, meus irmãos e disse que eles não deveriam mais ter contato comigo”, conta Claire Headley, ex-membro da cientologia.

Marc e Claire agora têm dois filhos que nunca conheceram os avós. Mas igreja nega ter bloqueado a comunicação do casal com a família.

Mike viveu algo parecido. Depois de deixar a igreja, ele perdeu o contato com a ex-mulher e os filhos, que ainda estão lá. Quanto tenta ver alguém da família, recebe um não como resposta. Mike até continua recebendo visitas, mas não de amigos. Mike se tornou vítima da política de vigilância que ele mesmo ajudou a criar.

Apesar de tanta polêmica, a cientologia diz que continua crescendo e tem seguidores em 167 países - inclusive o Brasil.

“Nosso arquivo das pessoas que adquiriram os livros, nos temos ao redor de 20 mil pessoas”, contabiliza a porta-voz da cientologia no Brasil, Lúcia Winther.

Há três igrejas no país, todas na Grande São Paulo. Jorge Carlos Jucoski, fiel há oito anos, afirma que a religião o ajudou na vida pessoal e profissional.

“Sempre procurei respostas pras verdades essenciais da vida. Pra coisas assim, como de onde viemos, quem somos, essas coisas todas”, conta o membro da religião.

As respostas ele diz encontrar nos livros da cientologia, que lê todos os dias. Uma disciplina que Tom Cruise também segue, mas da qual Kate Holmes preferiu se afastar, levando junto a filha Suri.


fonte

Igreja evangélica nos EUA fará protestos no funeral do filho do ator Sylvester Stallone.


Poucas horas após o anúncio da morte de Sage, o filho de Sylvester Stallone, Margie Phelps, líder da Igreja Batista Westboro, grupo conhecido por protestar contra funerais militares, anunciou através de seu Twitter que o grupo protestaria no seu funeral.

"Rebelde casado três vezes ensinou seu filho a zombar de Deus‪ ‬ # picketfuneral MT@ DigitalSpy: Filho de Sylvester Stallone Sage Stallone encontrado morto, aos 36 anos."

Margie, filha de Fred Phelps, que é o líder amplamente criticado da Westboro pela agenda anti-gay, que se estendeu às celebridades, veteranos militares, entre outros. Quando ela soube da morte de Sage, ela escreveu, "pai adúltero trouxe ira de Deus sobre o filho ‪#BloodOnDadsHands#picketfuneral#woeMT @ GlobalGrind: filho de Sylvester Stallone, Sage, morto aos 36."

No site de rede social, ela disse ao pai de Sage, Sylvester Stallone, para chorar pelos pecados de seu filho. "Chance de se redimir com Deus. Diga @ TheSlyStallone para lamentar por seus pecados, não vanglorie o corpo do filho morto a mais pecados de orgulho!"

As informações sobre o funeral não foram anunciadas oficialmente.

Sage foi encontrado morto em sua casa em Los Angeles, sexta-feira, por um empregado e um parente. A polícia encontrou medicamentos na casa onde seu corpo foi encontrado. Segundo o site TMZ, a morte foi resultado de uma overdose de um tipo não identificado de pílula, mas a causa real não foi confirmada oficialmente. A polícia acredita que não se trata de um suicídio, como afirmou o médico legista e assistente-chefe Ed Winter e nenhuma nota de suicídio foi encontrada.

A publicitária Michelle Bega, disse em um comunicado que Sylvester Stallone está arrasado. "Sua compaixão e pensamentos estão com a mãe de Sage, Sasha."

Sage, 36 anos, foi o primeiro de dois filhos que Stallone teve com a primeira esposa, Sasha Czack. Ele estava prestes a se casar e estava recentemente trabalhando em diversos projetos de filmes. Sage fez sua estréia nos cinemas atuando em 1990, em "Rocky V" com seu pai e mais tarde apareceu em "Daylight" em 1996.
FONTE.

Redução populacional: Cúpula de Gates levanta BILHÕES para Grupos de ABORTO .


Redução populacional: Cúpula de Gates levanta BILHÕES para Grupos de ABORTO

  
“Quais são as atitudes das mulheres para com crianças”, perguntei a um representante de uma organização de planejamento familiar de Serra Leoa.
“Antes da guerra, elas tinham atitudes negativas. Agora têm positivas”.
“Elas querem filhos?” expliquei.
“Sim, elas querem filhos. Elas precisam aprender seus direitos. Quando aprenderem seus direitos, elas não vão querer filhos”.


Ele estava entre os convidados selecionados para estarem em Londres para testemunhar o desfile de presidentes africanos, líderes asiáticos e europeus e empresas farmacêuticas fazerem promessas na Cúpula de Planejamento Familiar em Londres na quarta-feira.
A Fundação Bill e Melinda Gates e o Departamento de Desenvolvimento Internacional do Reino Unido, junto com a Federação Internacional de Planejamento Familiar e o Fundo de População da ONU, realizaram a Cúpula como plataforma para líderes governamentais e empresas farmacêuticas fazerem o compromisso de suprir financiamento e acesso à contracepção.
Boa parte da audiência era composta daqueles que vão se beneficiar muito do golpe de sorte de bilhões de dólares. As organizações de planejamento familiar estavam em parceria na organização do evento e implementarão a visão de Melinda Gates. Muitos dos grupos têm uma ligação sórdida com o aborto e controle populacional.

Gates fez a abertura da conferência com um vídeo de sua recente visita às mulheres do Senegal. Grupos de planejamento familiar organizaram as visitas e forneceram tradução das reuniões. “Centenas de milhões de mulheres exigem nossa ação”, declarou ela. Essa campanha “será um novo começo para trazer bem mais recursos do que antes” para o planejamento familiar e estabelecer novas iniciativas do setor privado, tais como empresas farmacêuticas e líderes locais. Ela disse que outra meta é “aumentar a demanda” para a contracepção.
A Fundação Gates tem mirado a África subsaariana e o sudoeste asiático para sua campanha de contracepção porque notam que essas regiões têm os mais elevados índices de mortalidade materna. Essa região também tem os mais elevados índices de fertilidade do mundo.
O ministro da saúde da Etiópia disse à Cúpula acerca da necessidade de seu país de aumentar a educação, atendentes profissionais de parto e melhorar o atendimento obstétrico — as medidas comprovadas para reduzir a mortalidade materna — e melhorar a sobrevivência infantil.
A Etiópia acelerará o acesso à contracepção, declarou ele. “Contracepção moderna gratuita é a chave para aumentar a demanda para a contracepção”.
As promessas de outros países ecoaram uns aos outros — fornecer informações sobre contracepção, treinar fornecedores de saúde, fornecer diferentes métodos de contracepção moderna, melhorar cadeias de suprimento de modo que as clínicas fiquem com estoque lotado de contraceptivos e acesso universal. Cada nova promessa foi recebida com aplauso da multidão.
A Coreia do Sul tem um índice de prevalência contraceptiva de 100%, declarou seu embaixador na Inglaterra. A nação começou a reduzir seus índices de natalidade na década de 1960 e é “um modelo para o mundo”. “Agora sofremos de um índice muito baixo de natalidade”, admitiu ele. “Seguimos exageradamente a opinião de alguns especialistas”.
Alguns palestrantes mencionaram preocupações religiosas e culturais sobre o planejamento familiar como barreiras a serem vencidas. Um elemento chave dessa nova iniciativa é envolver os líderes locais e religiosos, pessoas em quem as mulheres confiarão e crerão.
Heikki Holmas, ministro de desenvolvimento da Noruega, e David Cameron, primeiro-ministro da Inglaterra, falaram sobre a oposição à conferência e ao programa.
Holmas “se indignou com as vozes conservadoras que trabalham contra os direitos sexuais e reprodutivos”. A Noruega era outrora um país pobre, mas agora é rico, observou ele. Os países em desenvolvimento deveriam seguir seu exemplo. “E se você não tem petróleo”, aconselhou ele, “seu futuro está no planejamento familiar”.
“Temos o argumento moral”, disse Cameron. Seu conselho para lidar com os oponentes — aqueles que questionam se isso é uso devido de assistência ou é ofensivo às convicções culturais e religiosas — é “confiar na força de nossos argumentos”.

Os organizadores da cúpula esperavam levantar 4 bilhões de dólares. No fim, houve a promessa de 4,6 bilhões de dólares. A Fundação Gates aumentou sua quantia total nos programas contraceptivos para 1 bilhão de dólares durante os próximos oito anos.
Melinda Gates declarou que acesso à contracepção é sua marca pessoal, o trabalho de sua vida inteira.


Leia mais: http://www.libertar.in/2012/07/reducao-populacional-cupula-de-gates.html#ixzz20cm8hIjD

A VERDADEIRA HISTÓRIA SENHORA APARECIDA .


A VERDADEIRA HISTÓRIA SENHORA APARECIDA 

por Dr. Aníbal Pereira dos Reis
ex-sacerdote católico romano




A SENHORA APARECIDA 
(a verdadeira história)

por Dr. Aníbal Pereira dos Reis
ex-sacerdote católico romano
Os direitos autorais e de publicação desta obra, são de propriedade de Edições Caminho de Damasco, que autorizou e aprovou a divulgação nestas páginas.


1.    DEVOTO DA SENHORA APARECIDA

        No clima profundamente religioso de minha família, aprendi, desde muito criança, a ser ardente devoto da Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, segundo pretende o clero.
        Como bons católicos, enviaram-me meus pais, aos seis anos de idade, ao catecismo paroquial na igreja-matriz de São Joaquim da Barra (Estado de São Paulo), minha terra natal.
        Lembro-me perfeitamente. Foi no último domingo do mês de maio de 1931. Nossa aula de catecismo terminara mais cedo, antes das 3 horas, por causa da procissão do encerramento de Maio, o "Mês de Nossa Senhora"...
        Sob a celeuma da enorme azáfama revoavam as naves do templo. As "Filhas de Maria" davam os retoques finais nos andores. O de "São" Benedito, todo de amarelo, deveria sair: – "onde já se viu procissão sem a sua presença?". O de "São" Sebastião, que só saia em sua festa, em janeiro, neste ano desfilaria no encalço dos outros em cumprimento de uma promessa de um dos Junqueira, família abastada da região. O da Imaculada Conceição estava sendo ornamentado na casa de Dona Sara, a presidente da Pia União das Filhas de Maria. Iríamos vê-lo na procissão. Reinava irriquieta curiosidade na expectativa de uma grande e agradável surpresa. A imagem precisava ser mesmo um deslumbramento porque seria coroada ao final da procissão, sob a chuva intensa de multicoloridos fogos de artifício.
        Rarissimamente nosso vigário, o padre Eugênio, aparecia no catecismo. Aos domingos à tarde, o seu grande compromisso se resumia em, cervejando, jogar baralho no bar do Paulo Trombini, ao lado do cinema local.
        Naquele dia ele foi. Insofrido, depois de haver explicado que cada país, cada estado, cada cidade tem um santo protetor, contou-nos que o papa declarara "Nossa Senhora Aparecida", padroeira do Brasil. Elucidou, ainda, que Maria "Santíssima" é uma só e que as diversas e muitas denominações a ela atribuidas não supõem diversas "nossas senhoras". É uma só! Tendo, porém, se manifestado em Lourdes, é chamada "Nossa Senhora de Lourdes"; tendo aparecido em Fátima é dita "Nossa Senhora de Fátima", etc. Relatou-nos, também como apareceu "Nossa Senhora Aparecida"no Rio Paraíba. Explicou que o Rio Paraíba não ficava no Estado desse nome, porém, sim no Estado de São Paulo. Informou-nos, ainda na sua pressa, que no dia 31 daquele mesmo mês de maio, no Rio de Janeiro, a então Capital da República, haveria uma grande festa, com a presença de todos os bispos do País, para coroar rainha do Brasil a "Senhora Aparecida".
        Lembro-me outrossim do meu encantamento quando na procissão, vi o andor dessa Senhora, o mais lindo de todos. Todo iluminado, ornamentado de lantejoulas e ladeado de duas bandeiras e rodeado de pajens trajados de veludo azul. E a imagem sobre o globo terrestre onde apareciam os contornos do mapa de nossa Pátria.
        No sermão, o padre convidou os fiéis para assistirem à missa do dia 31 em regozijo pelas solenidades a se darem no Rio de Janeiro, oportunidade em que, a propósito, informou, contaria os fatos relacionados com a aparição da "miraculosa Santa".

        Com efeito, nesse dia, relatou: – Certa ocasião, o Governador da Capitania de São Paulo, Conde de Assumar, em viagem para Minas Gerais, pernoitou em Guaratinguetá, no Norte do nosso Estado. Então a Câmara local decidiu oferecer-lhe um banquete com uma grande variedade de pratos à base de peixe. À ordem dada pela Câmara, os três pescadores, Domingos Martins Garcia, João Alves e Felipe Pedroso foram ao Rio Paraíba, em cuja margem direita se localiza a cidade de Guaratinguetá. Principiaram as suas tentativas de pesca no Porto de José Corrêa Leite, descendo até o Porto de Itaguassu, onde João Alves, ao lançar sua rede, colheu, entre alguns peixes, o corpo de uma imagem, sem cabeça. E, ao repetir a operação mais abaixo, estupefato, verificou, envolta nos fios da tarrafa, a cabeça da estátua.
        Os esforços, antes improfícuos, tornaram-se compensados com o êxito de abundante pescaria.
        A cabeça ajustou-se exatamente ao corpo da imagem e, maravilhados, os pescadores viram ambas as partes colarem-se fixamente, apenas encostadas. Foram os dois primeiros milagres da "Senhora Aparecida" no Rio Paraíba, aos 13 de outubro de 1717.
        E prosseguiu o vigário no seu conto:
– Felipe Pedroso, piedosamente, levou o achado para a sua casa, onde o conservou pelo espaço de seis anos. Muita gente da redondeza ia, especialmente aos sábados, rezar diante do oratório. Muitos "milagres" aconteciam e a devoção se divulgou.
        Em 1743, construiu-se uma capela. Em 1846, iniciaram-se as obras de construção de um templo mais vasto, concluídas em Dezembro de 1888 e permanecem na atual basílica.
        Findo o seu conto, o nosso vigário conclamou todos os fiéis presentes a se prostrarem ajoelhados para, em uníssono, repetirem uma reza à Senhora Aparecida coroada, naquela hora, lá no Rio de Janeiro, padroeira e rainha do Brasil: – "Escolhendo por essencial padroeira e advogada da nossa Pátria, nós queremos que ela seja inteiramente Vossa. Vossa sua natureza sem par, Vossas as suas riquezas, Vossos os campos e as montanhas, os vales e os rios. Vossa a sociedade, Vossos os lares e seus habitantes, com seus corações e tudo o que eles têm e possuem; Vosso, enfim, é todo o Brasil... Por Vossa intercessão, temos recebido todos os bens das mãos de Deus e todos os bens esperamos ainda e sempre, por Vossa intercessão..."

        Demonstra essa fórmula, ainda outra vez, a abismal distância entre o Evangelho e o catolicismo...

        Durante os anos do meu curso primário, sempre assisti e participei de comemorações de nossas datas nacionais, em cujos programas sempre se acentuou a Aparecida. Para mim, ser devoto da Senhora Aparecida era condição indispensável para ser bom brasileiro.
        Concluído o curso ginasial, fui para Campinas (Estado de São Paulo) estudar no Seminário Diocesano "Nossa Senhora Aparecida", onde não se ouvia um sermão sem que ela fosse mencionada. A jaculatória: "Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós", repetia-se ao final de cada dezena do rosário desfiado na enfadonha repetição da "Ave Maria" defronte do altar-mor da capela encimado com a sua imagem.
        Aconteceu em setembro de 1942 o IV Congresso Eucarístico Nacional, em São Paulo. A Senhora Aparecida foi intitulada "peregrina do Congresso". Programou-se o comparecimento da VERDADEIRA IMAGEM. Então, certa noite, o diretor do Seminário foi à capela pedir rezas para que ela ficasse em São Paulo também durante os dias do Congresso.
        E, depois de haver eu ouvido pela centésima vez o relato de sua aparição, o padre, naquela oportunidade, com o intuito de elucidar os seus receios, destacou este pormenor: – Depois de aparecida, os pescadores levaram a imagem para a casa de um deles, Felipe Pedroso, onde ficou alguns anos. Numa manhã, a família espantada deu pela falta da "santa". Ansiosos, todos foram procurá-la. Encontraram-na, depois de tanta angústia, no alto da colina. Levaram-na, de novo, para o seu altarzinho antigo, na casa do pescador. Poucas noites seguintes, repetiu-se o incidente. Desconfiaram os devotos que a Senhora queria ficar numa igreja construída no alto do morro.
        Vieram as contribuições, a capelinha foi edificada e a imagem entronizada em seu altar, donde saíra uma única vez, em maio de 1931, quando fora levada ao Rio de Janeiro para ser coroada rainha e padroeira do Brasil.

        A história de imagens fujonas, por carência de imaginação da parte do clero, se repete, como no caso da Penha, no Estado do Espírito Santo e no Rio de Janeiro, e no Rocio, no Paraná.
        Pobreza idêntica ocorre na aparição de tantas "Senhoras" a envolver, num fastidioso plágio, crianças subnutridas e anormais, como em Lourdes, Salete e Fátima.

        Receava-se agora, esclarecido pelo padre, que "Nossa Senhora", durante a noite voasse de São Paulo para a sua basílica em Aparecida do Norte.
        Pedia-nos rezas e mortificações para que a "santa peregrina" se dignasse permanecer na Capital Paulista durante os dias do Congresso Eucarístico.
        Fervoroso devoto, rezei muitos rosários e fiz muitos "sacrifícios" nessa intenção.

        A recepção da imagem aparecida constituiu-se numa das mais pomposas festividades daquele congresso, cuja imponência se constata pelo milhão de pessoas a acompanhar a procissão do seu encerramento, quando a população de São Paulo ainda se encontrava aquém daquela quantidade de gente.
        Conduzia-se processionalmente a estátua da "peregrina" todas as noites, da catedral da Praça da Sé, onde fora entronizada, para o Vale do Anhangabau, com o fim de presidir as sessões solenes. Essas procissões, sem terem sido incorporadas no programa oficial das comemorações eucarísticas, se transformaram em alvoroçadas apoteoses.
        Retornava a imagem, em seguida, para receber as homenagens das multidões a se revezarem dia e noite. O povo devoto permanecia ali aos pés da "santa peregrina" no desígnio de venerá-la condignamente porque – supunha-se – satisfeita permaneceria em São Paulo até ao fim das solenidades.
        A imagem ficou. Foi exaltada em extremo. O Congresso programado para ser eucarístico, acabou sendo "aparecídico". Dom José Gaspar de Afonseca e Silva, cognominado "o arcebispo de Nossa Senhora Aparecida", a confirmar o mérito desta alcunha, erigiu, na Várzea do Ipiranga, uma nova paróquia dedicada a essa senhora.
        Mas, qual não foi o nosso desapontamento ao sabermos o engodo: a verdadeira imagem não viera a São Paulo! Receberamos apenas um fac-símile! Encerradas as festividades do Congresso, fora entregue à recém-instalada paróquia! Alguns seminaristas se revoltaram e se julgaram vítimas de um ludíbrio.
        – Rezamos tanto diante daquela imagem, supondo-a A VERDADEIRA...
        Conformei-me por estar convicto de que o povo não merecia sua "augusta" presença... E porque "as autoriades eclesiásticas agiram com prudência"...
        Afinal, todas essas circunstâncias suscitaram em minha alma um afeto entranhado à padroeira do Brasil...

2.   FUI UM PADRE DEVOTO DA SENHORA APARECIDA

VEJAM O RESTANTE NO LINK ABAIXO

Pastor e ex-travesti: “Deus restaurou minha identidade sexual”


Pastor Joide Miranda entre sua mulher, Edna, e seu filho, Pedro: "Sou 100% heterossexual"

Na semana passada, gritos e bate-boca marcaram uma audiência pública na Câmara dos Deputados, em Brasília. O motivo: estava sendo discutido o projeto de decreto legislativo 234/11, conhecido como projeto de "cura" dos homossexuais. A proposta do deputado João Campos (PSDB-GO) quer derrubar o dispositivo do Conselho Federal de Psicologia que proíbe profissionais de atender pacientes gays que desejam mudar sua orientação sexual.

Para alguns especialistas, essa mudança é impossível. Não é o que pensa o pastor Joide Miranda, de 47 anos. O religioso mora em Cuiabá com a esposa Edna, com quem está há 17 anos, e seu filho Pedro, de 1 ano e 9 meses. Na capital matogrossense, ele fundou a ABexLGBTT (Associação Brasileira de Ex-LGBTTs), entidade que ajuda pessoas que "desejam deixar voluntariamente o estado da homossexualidade".

O estímulo para aqueles que o procuram é a sua própria história: aos 12 anos, Joide assumiu sua homossexualidade, aos 14, virou travesti, aos 21, foi viver uma relação homoafetiva com um italiano e, aos 26 anos, deixou tudo para trás após virar evangélico. Hoje, diz estar 100% restaurado na sua identidade heterossexual.

“A homossexualidade é uma conduta aprendida. Deus restaurou minha identidade e, quando ele faz isso, não há força maligna que faça voltar atrás”, diz ele. “A pessoa precisa substituir aqueles desejos, comportamentos, amizades e a forma de falar. Tem que encher a mente com as coisas de Deus. Precisa do esforço da pessoa”, ensina o pastor.

A entrevista ao iG ocorreu durante uma viagem ao Rio, onde foi convidado a pregar em uma igreja evangélica em Marechal Hermes, bairro da zona norte da cidade. No bate-papo, recheado de citações bíblicas, Joide Miranda contou sua história, descreveu o que um homossexual deve fazer para deixar de sentir desejo por pessoas do mesmo sexo, disse como iniciou o romance com sua esposa, criticou igrejas evangélicas GLS e fez alertas aos pais sobre os desenhos que as crianças assistem, citando o filme " Rio ". Leia a entrevista:

iG: Qual é o objetivo da ABexLGBTT?
Pastor Joide: Abrimos a associação para apoiar aqueles que querem deixar o estado da homossexualidade. Eles não têm onde receber apoio e precisam de acompanhamento espiritual e psicológico. A entidade serve para mostrar a eles que há, sim, uma resposta. Atendo há mais de dez anos essas pessoas e tenho uma metodologia que não sai da Bíblia. Não sou psicólogo, sou um estudioso da Bíblia.

iG: A associação seria uma espécie de alternativa? O Conselho Federal de Psicologia possui uma resolução que proíbe tratar a homossexualidade como um transtorno.
Pastor Joide: A Organização Mundial da Saúde decretou que homossexualidade não é doença, mas, na verdade, eu sofri um transtorno egodistônico. Isso estava na Classificação Internacional de Doenças (CID) da psicologia, mas foi retirado. Precisei passar por uma psicóloga que conhecia e era evangélica. Hoje, se um indivíduo procurar uma clínica e disser que sofre de um transtorno egodistônico de sua identidade sexual, o profissional está proibido de atender. Existem muitas pessoas com esse tipo de transtorno que não querem vivenciar essa vida e sofrem.

Pastor Joide Miranda com Edna: "Esse amor veio do trono da glória de Deus"

iG: O senhor rejeita, então, a ideia de que a pessoa nasce homossexual?
Pastor Joide: (Enfático) Eu também acreditava nisso, mas a homossexualidade é uma conduta aprendida. Quando você conhece Deus, percebe que ele é soberano em todas as coisas. Você acha que Deus ia errar justamente no homem a sua imagem e semelhança? Se ele quisesse que eu vivenciasse aquele estado em que estava, tinha me feito com uma vagina.

iG: Quando duas pessoas estão juntas, mesmo sendo do mesmo sexo, elas teoricamente se amam. Deus não é amor?
Pastor Joide: Um rapaz me disse uma vez que Deus estava no seu relacionamento. Se estivesse, ele iria fazer o rapaz sentir prazer no ânus, onde chega toda a sujeira do corpo? (Indignado) Que Deus é esse que faz um homem sentir prazer ao penetrar no ânus de outro homem?

iG: Mas é, de fato, possível deixar de ser gay?
Pastor Joide: Com certeza! Se não fosse, a Bíblia estaria mentindo. O problema da homossexualidade não está embaixo e, sim, na mente. Muitas pessoas que querem mudar dizem que não estão na prática do sexo, mas se masturbam pensando em homens. Como é que eles querem ser libertos? Quando você se masturba, força sua mente a trazer desejos pecaminosos. Ao invés de purificá-la, você está forçando-a se tornar mais pornográfica. É preciso restaurar a mente.

iG: E como fazer isso?
Pastor Joide: A restauração da mente só vem através da conversão. A pessoa precisa substituir aqueles desejos, comportamentos, amizades e a forma de falar. Na Epístola de São Paulo aos Romanos, no capítulo 12, versículo dois, a Bíblia diz: “Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito”. Isso quer dizer que meu círculo de amizade tem que ser transformado, as coisas que assisto e que me levam a ter uma mente pornográfica têm que ser mudadas. Se quero ser restaurado na minha identidade sexual, tenho que encher minha mente das coisas de Deus.

iG: Mas isso deve levar um tempo...
Pastor Joide: Não é do dia para a noite. Precisa do esforço da pessoa. É isso o que muitas pessoas não conseguem entender. Elas falam que estão há muito tempo na igreja e os desejos continuam na mente. O que elas têm feito para que isso aconteça? Têm lido a Bíblia, têm buscado as coisas de Deus, têm caminhado com o senhor? As pessoas acham que Deus é uma fada madrinha e tem obrigação de fazer todas as coisas. Muitas coisas dependem exclusivamente de nós.

iG: Como foi essa mudança para o senhor?
Pastor Joide: Eu me vestia, falava e andava como uma mulher. Sentava e cruzava as pernas. Sentar de perna aberta foi um exercício, um esforço muito grande. Eu tinha o conhecimento da palavra, Deus estava no comando de todas as coisas, mas tive que lutar. Quando dou palestras, pergunto aos presentes se eles acham que foi fácil sentar de perna aberta e coçar o saco. Não foi, não! (ri) Um anjo não desceu dos céus e disse que eu tinha que coçar o saco. Eu me cobrava: “Joide, senta como homem! Coça o saco!” (ri) Quando existe o querer da pessoa, Deus age e opera.

iG: Essa atitude de mudança não pode soar como homofóbica? Não devemos amar igualmente os irmãos?
Pastor Joide: Amar, sim. Amo todo mundo. Amo os homossexuais, só não concordo com a prática do homossexualismo. É totalmente diferente.

iG: E, na sua opinião, o que leva uma pessoa a virar homossexual?
Pastor Joide: São vários fatores. O que mais vemos são abusos sexuais na infância. Temos também rejeição no ventre. Às vezes o pai sonha em ter um filho e, de repente, vem uma menina. Outro fator são os pais que suprem toda a necessidade material do lar, mas trabalham tanto que chegam em casa cansados para ouvir e brincar com os filhos. Há ainda as crianças sem referencial paterno, só materno. O menino quer brincar com boneca e a mãe não interfere. Leva ao psicólogo e ouve que não tem nada a ver e vai passar. Se formos olhar a infância, em 99% dos casos o estado da homossexualidade começou lá. O inimigo das nossas almas sempre age no início. É por isso que todos dizem que nasceram assim.

Joide Miranda: "Se não fosse possível deixar de ser gay, a Bíblia estaria mentindo"

iG: O senhor costuma dizer que a mídia faz apologia aos gays. Os pais devem ficar atentos à programação na TV?
Pastor Joide: A televisão traz uma péssima influência para as crianças. Quais são os filmes e desenhos que elas assistem hoje? Os pais não têm essa visão. Atarefados, largam os filhos em frente à TV. Pare e preste atenção. No filme “ Rio ”, por exemplo. Tem um buldogue fantasiado de Carmen Miranda! (Indignado) Onde já se viu um cachorro brabo usar biquíni e fantasia de Carmen Miranda? Também tem um barbudo, segurança do centro de recuperação de aves, que sai do armário de tanga e rebolando. ( assista às cenas ) Qual é o objetivo? Saí do armário, declarei o que sou. Irmão, isso se chama mensagem subliminar! Os pais precisam estar atentos. O adulto não percebe, mas a criança, sim.

iG: Como foi sua infância? Como era a relação com seus pais?
Pastor Joide: Não tive uma boa relação com meu pai. Ele era alcoólatra, extremamente agressivo. Em frente a minha casa morava um advogado. Quando tinha seis anos, esse vizinho me levou para a casa dele e me molestou. Não houve penetração, mas fiquei machucado. Cheguei em casa chorando, mas tive medo de contar para meu pai. O advogado também me ameaçou, dizendo que ia me desmentir se eu contasse. Só que depois ele começou a me tratar bem. Eu ia para a casa dele e recebia carinho e balas. Comecei a ganhar desse homem o que não recebia do meu pai e ele começou a me molestar. Quando tinha sete anos, ele me levava para o motel, tocava em mim e pedia para eu fazer sexo oral. Ele fazia sexo oral em mim e se masturbava. Ainda me dava doces. Acabei ficando viciado nisso. Logo vieram brincadeiras com outros meninos...

iG: Seus pais não perceberam nada?
Pastor Joide: Eu me tornei uma criança muito agressiva. Parei de estudar e meus pais não perceberam nada. Sou o único homem de quatro filhos. Minha mãe não se preocupou tanto comigo, tomava mais conta das meninas. Minha casa também vivia em pé de guerra. Meu pai bebia, agredia minha mãe, me espancava e batia nas minhas irmãs. Foi nesse cenário que aos 12 anos assumi minha homossexualidade.

iG: Como ficou a relação com seus pais após isso?
Pastor Joide: Com meu pai já não tinha um bom relacionamento. A minha mãe sofreu e chorou muito. Amado, vou falar uma coisa: por mais que a mídia faça apologia ao homossexualismo e de que os pais têm que aceitar a opção de seus filhos, no fundo, nenhum pai aceita porque é um vazio dentro da alma. Todo pai sonha com a continuidade da família. A situação na minha família foi ficando insustentável porque o problema não era mais só com meu pai e, sim, também com minha mãe e minhas irmãs. Elas diziam que eu era uma vergonha e minha mãe dizia que não tinha me feito daquele jeito.

iG: E por que virou travesti?
Pastor Joide: Eu tinha 14 anos. Segui esse caminho por causa da situação em que me encontrava. Parei com meus estudos e saí de casa. Vi na esquina um grupo de travestis e percebi que eles entravam e saíam de dentro dos carros. Perguntei se eles ganhavam dinheiro naquela vida e ouvi que ganhavam muito. O diabo soprou no meu ouvido que aquela era uma forma de me vingar do meu pai porque ele vivia dizendo que eu não valia nada, que era um inútil. Fui provar para ele que ia ser alguém na vida.

iG: A prostituição te deu muito dinheiro?
Pastor Joide: Um travesti me levou para a esquina e ali comecei a ganhar dinheiro, ainda em Cuiabá. Fui ganhando cada vez mais e me disseram que no Rio teria mais lucro. No Rio, me disseram que em São Paulo ganharia mais. Segui pra lá, onde coloquei quatro litros e meio de silicone no meu quadril. Em São Paulo, conheci travestis com carro do ano, muito chiques. Perguntei onde eles ganhavam tanto dinheiro e me disseram que em Paris ganhava-se mais...

Joide Miranda: "Em 99% dos casos, o estado da homossexualidade começa na infância"

iG: E foi para a França?
Pastor Joide: Já fazia cinco anos que estava na prostituição, juntei uma quantia e viajei. Cheguei a retornar ao Brasil, mas não me adaptei. Voltei para a Europa e morei em Portugal, na Espanha, Itália e Grécia. Em Barcelona, coloquei 380 ml de silicone no peito. Em Milão, conheci um italiano que dizia ser apaixonado por mim. Ele me levou para conhecer sua família, fomos morar juntos e deixei a prostituição.

iG: Como foi esse relacionamento?
Pastor Joide: Não há fidelidade nesse tipo de relação. Meus amigos não eram fiéis aos seus parceiros, como eu não era ao meu e nem ele a mim. Esse é um aspecto que a mídia não mostra. Uma coisa é estar diante da sociedade, outra coisa é quando se encontra só. Na frente das pessoas, mostrávamos o glamour, todos bonitos e produzidos. Quando nos encontrávamos a sós na madrugada, questionávamos a vida miserável que estávamos vivendo. Muitos iam para as drogas e bebidas para disfarçar aquela hipocrisia. Olhava meus amigos gays e travestis na faixa de 50 e 60 anos e via como eles sofriam. Não tinham parceiros e aqueles que tinham era por causa do dinheiro. Eu pensava que, se não morresse naquele momento, aquilo ia acontecer comigo.

Joide e Edna: "Ela não casou com um travesti e, sim, com um homem restaurado"

iG: Quando as coisas começaram a mudar?
Pastor Joide: Minha mãe aceitou Jesus e começou a falar que ele tinha uma obra para minha vida. Mas eu achava que não havia solução. Um dia, com mais de cinco anos de relacionamento com o italiano, flagrei uma traição dentro da minha casa. Fiquei muito abalado porque entendi que a beleza que eu tinha não adiantava nada. Voltei ao Brasil e fui à igreja após um convite da minha mãe. No culto, o Espírito Santo falou ao meu coração e entreguei minha vida a Jesus. Não foi fácil. Foram quatro anos de renúncia, sendo acompanhado por uma psicóloga. O meu interior estava todo bagunçado.

iG: Chegou a ter recaídas nesse período?
Pastor Joide: (Enfático) No primeiro ano, claro que tive! Só que nelas eu chorava, pedia socorro e procurava a pastora que me ajudava. Falava que não ia dar conta. Foi aí que Deus deu o discernimento para ela e fui viver na sua casa. Lá, tive uma injeção de fé.

iG: Como conheceu sua esposa?
Pastor Joide: Enquanto dava o meu testemunho em um ginásio. Dois meses depois, nos reencontramos. Ela foi à igreja onde eu frequentava e começamos a ficar amigos. Gostei tanto dela que, quando vinha a vontade de voltar ao passado, dizia que não podia decepcioná-la. Ela confiava demais em mim. Ainda éramos amigos e eu falava para a Edna chorando que não ia dar conta. Mas ela dizia que eu ia conseguir, sim. Olhava e pensava: essa menina é realmente minha amiga. Isso foi criando uma força.

iG: Na construção do relacionamento, foi fácil começar a desejar uma mulher?
Pastor Joide: Quando comecei a ter sentimentos pela minha esposa nem eu mesmo queria. Mas comecei a observar que era um sentimento diferente, algo que não tinha tido por ninguém. Minha mãe suava, meu coração parecia que ia sair pela boca e me dava uma tremedeira. Depois entendi que estava apaixonado e que esse amor vinha do trono da glória de Deus. Quando ficamos noivos, sonhava, desejava e ansiava em tê-la nos meus braços. Posso dizer que casei virgem porque fazia uns quatro anos ou mais que não tinha relação com ninguém. Era um novo homem. A Edna não casou com um travesti e, sim, com um homem 100% heterossexual, restaurado na sua identidade sexual pelo poder do evangelho. Entre namoro, noivado e casamento já são mais de 17 anos.

"As pessoas acham que Deus é uma fada madrinha e tem obrigação de fazer todas as coisas" 

iG: O senhor ainda conta com alguma ajuda psicológica?
Pastor Joide: Não preciso mais. Posso ver homem nu, de bunda de fora. Deus restaurou minha identidade e quando ele faz isso não há força maligna que faça você voltar atrás. Mas não fiquei com amnésia. Lembro do meu passado, as feridas foram cicatrizadas, mas estão aqui. Elas servem para cicatrizar as feridas expostas de outras pessoas.

iG: Qual é sua opinião sobre as igrejas evangélicas inclusivas, que aceitam gays?
Pastor Joide: Amigo, as pessoas usam a Bíblia para satisfazer a vontade da carne. Elas não querem crucificar a carne, querem viver um cristianismo sem renúncia. O fato de as pessoas andarem com Jesus, falarem dele e abrirem igrejas não quer dizer que elas estão com Jesus. Esses pseudopastores fundam essas igrejas dizendo que Jesus é amor, mas ele também é justiça. É mais fácil achar que Jesus é só amor e viver no pecado. A crucificação dói e muitos não querem isso...

iG: Como o senhor pretende contar a sua história para seu filho daqui a alguns anos?
Pastor Joide: Com a maior naturalidade possível. Vou contar que o pai vivia na iniquidade e não conhecia Jesus. Quando o pai é amigo, conselheiro e explica, não tem confusão. Quero começar a conversar sobre sexualidade com meu filho aos cinco anos. Quando ele começar a ir à escola, vou falar para não deixar ninguém pegar na sua bunda. “Filho, não tem nada de (faz voz de criança) piu-piu”. Quando dou banho nele, brinco e falo: (engrossa a voz) “Tira o cacete pra fora, rapaz!” Se minha mãe me corrige, dizendo que não é cacete, respondo: (bravo) “Que negócio é esse da vovó dizer bilu? Bilu, o quê? É pinto, cacete, pau! (ri)

fonte;