IMPORTANTE!!!

Nascemos, crescemos e vivemos como se a vida fosse apenas um pequeno espaço de tempo que temos para cumprir aqui na terra. Vivemos em busca de um dia melhor , mais interessante que o outro, corremos em busca muitas vezes de alegria, de sucesso, de fama, de uma vida profissional; bem sucedida. Ou simplesmente de viver cada dia como se fosse o ultimo de nossas vidas. Curtir, sair para se divertir, correr, pular, correr, dançar enfim viver correndo para tudo como se não houvesse o futuro a nos esperar. Nos enganamos se pensamos ou vivemos assim, existe um futuro que pode ser eternamente bom ou eternamente ruim, isso só depende do caminho que eu e você procuramos seguir hoje. A Vida como um jardim, que hoje as flores nascem, florescem e amanhã murcham e cai. Mas existe um amor que nos faz viver e eternamente bem, existe um lugar onde as flores não morrerão, onde não haverá cansaço, não haverá nem correria, um lugar onde o senhor preparou para nóis ao seu lado vivermos. Jesus no quer que você deixe de viver. Corra, brinque, se alegre, sorria, seja um jovem feliz, mais lembre-se que você pode ser assim e ter um futuro muito melhor com Jesus na sua vida. Porque Jesus morreu para que nós tenhamos vida e vida com abundância no Senhor. Jesus ama você. Aceite o desafio de conhecer e viver com Jesus.

ATENÇÃO.

ESCLARECIMENTO: ESTE BLOG NÃO TEM A INTENÇÃO DE JULGAR NENHUM TIPO DE CRENÇA OU RELIGIÃO, E SIM LEVAR O CONHECIMENTO E A INFORMAÇÃO AO POVO DE DEUS, E AS PESSOAS, DAS COISAS QUE ESTÃO ACONTECENDO NA INTERNET E NO MUNDO. MUITAS COISAS AQUI PODEM NÃO SEREM VERDADE, POIS TEMOS QUE ANALISAR AS COISAS, E VER O QUE ESTÁ CORRETO OU NÃO. JESUS DISSE: PROVAI DE TUDO E RETEM O QUE É BOM. TAMBÉM DISSE: MEU POVO PERECE POR FALTA DE CONHECIMENTO. E EU DIGO: CONTRA FATOS, NÃO HÁ ARGUMENTOS. PEÇO AOS IRMÃOS QUE OREM POR NÓS.
QUE A PAZ DE JESUS ESTEJA COM TODOS.

REDE GLOBO DE MANIPULAÇÃO ADMITE TER AJUDADO FERNANDO COLLOR A SE ELEGER.

COLLOR - Apocalipse Em Tempo Real

  Ah, o tempo é senhor da razão. Se ainda havia alguma dúvida, acabou: A TV Globo conspirou contra a democracia, atentou contra os ideais republicanos, traiu sua audiência, manipulou imagens e ajudou a eleger o pior presidente da história deste País, Fernando Collor de Mello.
Fossemos uma nação honrada, com leis a serem respeitadas, tivéssemos uma Justiça para todos, a emissora da família Marinho deveria perder a concessão pública que a autoriza a manter uma emissora de TV.
E a confissão de culpa foi veiculada na Globo News. Com desfaçatez que beira o insulto, o então todo poderoso José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o famigerado Boni, admitiu, em entrevista a Geneton Moraes Neto, que, sim, a Globo ajudou a praticar a maior fraude eleitoral da história do Brasil.
Boni, sempre na primeira pessoa do plural, confessa que, durante o escabroso debate eleitoral com Lula, em 1989, agiu como assessor político de Collor, compondo seu visual e tendo a brilhante ideia de colocar as famosas pastas empilhadas que fizeram a todos crer que ali havia volumosas denúncias contra o candidato do PT. Detalhe sórdido: as pastas estavam vazias.
Boni não tocou no assunto da criminosa edição do debate que iria ao ar no dia seguinte, noJornal Nacional. Nem precisava. Chegamos a essa conclusão por mero raciocínio lógico. Todos sabem como aquelas imagens distorcidas foram determinantes para a vitória do presidente que viria a sofrer o primeiro processo de impeachment das democracias ocidentais. Agiram como sabotadores, terroristas das comunicações, para colocar no Palácio do Planalto o homem corrupto de que de lá seria expulso pelo povo, a pontapés.
Também não precisava falar mais do que isso, o bonachão cínico. Talvez no futuro seja obrigado a dizer, nas barras de algum improvável tribunal. Sugiro que lhe deem o privilégio da delação premiada, para que a verdade também atinja os poucos homens que estavam acima de Boni, entre eles Roberto Marinho.
Collor nega que recebeu ajuda. Também, pudera. Só faltava ele ser sincero uma vez na vida. Mas percebam o ato falho, em entrevista à Folha de S. Paulo: “Nunca pedi a ninguém para falar com o Boni, meu contato era direto com o doutor Roberto". Ah, tá. Foi o chefão mesmo que o ajudou?
Já o atual diretor da Central Globo de Jornalismo, Ali Kamel, diz que toda essa sujeria "foi uma iniciativa do Boni, como cidadão, mesmo que com o consentimento de Roberto Marinho". Hum? Se houve consentimento, como separar pessoa física de pessoa jurídica? Esse Kamel, é só apertar que entrega tudo...
Se alguém não julga sérias e estarrecedoras as declarações do ex-capo da rede Globo, merecia perder a cidadania brasileira e ser deportado para algum país árabe que ainda viva sob o jugo de uma ditadura moribunda. Ignorar a gravidade dessas confissões é abdicar da própria cidadania.
Com a palavra, o Ministério Público, o Congresso Nacional, o Ministério das Comunicações, o Supremo Tribunal Federal e todos os brasileiros que foram vítimas desse crime que quase destruiu nossa República.

fonte;

Governo do Irã confisca Bíblias e destrói igrejas declarando guerra ao cristianismo.

Governo do Irã confisca Bíblias e destrói igrejas declarando guerra ao cristianismo


Mais de 6.500 Bíblias foram confiscadas, sites foram fechados e igrejas foram destruídas por autoridades iranianas em uma ofensiva do governo contra o crescimento do cristianismo no país.
Segundo a agência oficial de notícias Mehr, a ação se justifica por que “os missionários cristãos têm feito uma campanha milionária, com publicidade enganosa para que a opinião pública e a juventude se afastem dos ensinamentos do Islã”.
O aiatolá Hadi Jahangosha manifestou sua preocupação com a “expansão do cristianismo entre os jovens”, e culpou os meios eletrônicos de comunicação e a facilidade de acesso a literatura cristão pela expansão: “É responsabilidade de todos os cidadãos do Irã que façam algo sobre isso e cumpram seu papel na difusão do Islã puro, lutando contra as culturas falsas e distorcidas do Ocidente” disse o líder islâmico.
Segundo a agência cristã iraniana Mohabat News, um assessor do comitê de assuntos sociais do Parlamento do Irã confirmou que a maioria das milhares de Bíblias confiscadas veio das cidades de Zanjan e Abhar, Estado de Zanjan.
“O importante neste assunto é que a polícia, os juízes e os líderes religiosos devem estar cientes que os cristãos estão se fortalecendo para enfrentar o Islã, caso contrário, qual o sentido de terem produzido este grande número de Bíblias?” disse um representante do governo sobre as Bíblias confiscadas, que segundo ele “foram produzidas com uma melhor qualidade de papel, em tamanho de livro de bolso.”
Além do confisco de Bíblias o temor dos líderes cristãos no país é de que o governo destrua igrejas no país como aconteceu na cidade de Kerman onde uma das principais igrejas foi destruída por autoridades locais.
Além do confisco de Bíblias, o que preocupa a liderança cristã no país é a destruição de igrejas, como aconteceu na cidade de Kerman, onde uma das principais igrejas da cidade foi destruída por autoridades islâmicas locais. A liderança afirma também que o governo Mahmoud Ahmadinejad está preocupado com o grande número de muçulmanos que estão se convertendo ao cristianismo. Segundo eles o país já tem pelo menos 100.000 cristãos.
Outro alvo de ataque do regime iraniano são os sites em língua persa com conteúdo cristão, entre eles a agência Mohabat News. Muitos sites foram tirados do ar com ataques que sobrecarregam os servidores, um tipo de ataque cibernético, conhecido como DDoS, que está se tornando muito comum para retirar sites do ar.
E o governo não se preocupa em esconder seus atos, o Ministério da Segurança do Irã anuncia ter eliminado uma rede de Internet que, segundo as autoridades, “fazia propaganda antirreligiosa no ciberespaço”. O ministério anunciou também a prisão de várias pessoas envolvidas com esses sites e criou um comitê regulatório para monitorar os usuários de internet no país.


fonte;
http://noticias.gospelmais.com.br

Ildo Sauer mostra como Dirceu entregou o petróleo brasileiro a Eike Batista (parte I – O petróleo no mundo)




O comentarista Mário Assis nos envia uma entrevista do professor Ildo Sauer, diretor do Instituto de Eletrotécnica e Energia da Universidade de São Paulo, concedida a Pedro Estevam da Rocha Pomar e Thaís Carrança, da revista da Associação dos Docentes da USP. Considerado um dos maiores especialistas em energia do país, ex-diretor da Petrobras no primeiro governo Lula, Sauer conta como foi descoberto o Pré-Sal e denuncia o lobby feito por José Dirceu para entregar a Eike Batista a maior parte das reservas.
***
Ildo Sauer
Não acredito que o regime capitalista tenha condições, sem se aprofundar numa crise mais violenta do que a que já viveu até hoje, de abrir mão dos recursos remanescentes do petróleo. A população era de 700 milhões de habitantes em1750. A Era do Carvão a elevou para 1,7 bilhão, com o incremento extraordinário da produtividade do trabalho social. A Era do Petróleo praticamente se aprofunda de1910 a 1920, e é hegemônica ainda até agora, como processo de incremento extraordinário da produtividade do trabalho e da circulação de mercadorias, no âmbito industrial, urbano e de circulação, conquanto a eletricidade foi mais para alguns tipos de fábrica e algumas coisas do ambiente urbano.
Lenin dizia que socialismo é soviete mais eletricidade. Ele tinha razão porque a eletricidade chegando, a produtividade do trabalho aumentava, saía-se da era de quase caçador e coletor, pré-revolução agrícola, para uma era pós. Então não há que desprezar o que aconteceu na União Soviética em termos de fenômeno de produção. Incremento extraordinário com apropriação social da energia.
A apropriação do petróleo pelo capitalismo para incrementar a produtividade do trabalho fez a população pular de 1,7 bilhão, em 1910, para 7 bilhões de pessoas, 100 anos depois. Produz-se em escala sem precedentes, circula-se em escala sem precedentes. O PIB mundial hoje é de US$ 60 trilhões, mais ou menos; o excedente econômico do petróleo sozinho é US$ 3 trilhões. Hoje um barril custa menos de US$ 10, vale mais de US$ 100. Produzem-se hoje 85 milhões de barris por dia, que dá uns 30 bilhões de barris por ano. O excedente é US$ 100 por barril, vezes 30 bilhões, isso dá US$ 3 trilhões por ano, que é um excedente econômico disputado com todas as armas para incrementar a acumulação capitalista. Isto é produção de valor sem alocar trabalho de capital, é o chamado lucro suplementar. Então se invade o Iraque, se ameaça a Venezuela, se cria a 4ª Frota para vigiar o Atlântico Sul quando o Pré-Sal brasileiro vai até300 kmmar adentro e não é reconhecido que isso é mar territorial pelos países.
Os Estados Unidos têm 30 bilhões de barris de reservas: dá para três anos se eles quiserem produzir seu próprio petróleo, consumindo cerca de 9 bilhões/ano. O capitalismo mundial não consegue operar sem o petróleo, por esses atributos. Substituir o petróleo significa gastar muito mais trabalho, muito mais capital, para fazer a mesma produção. Quando o mundo de hoje precisaria, se fosse possível pensar utopicamente, satisfazer as necessidades dos 2 bilhões de famintos que vivem abaixo da linha de pobreza, dos outros 2 bilhões de remediados; significa que deveríamos produzir mais, portanto incrementar a produtividade industrial do trabalho, mas, acima de tudo, redistribuir melhor o produto social do sistema econômico. Esse é o dilema. Isso evidentemente agrava a questão ambiental global da biosfera. Só que eu não vejo saída, a não ser uma saída gradual.
Não é possível imaginar, como muitos da sustentabilidade vulgar fazem crer, que os processos são circulares, que retornam sempre ao mesmo ponto. A história só anda para frente, é um processo dialético permanente de rupturas e mudanças. Achar que o mar sempre vai ser do mesmo jeito, a atmosfera, é ilusão. E aí, como é que eu coloco o Pré-Sal nessa história? Primeiro, que a demanda mundial de petróleo vai ser satisfeita, independentemente de com que recursos, ou vai ser substituído por coisas piores como carvão liquefeito, por um processo Fischer-Tropsch. Você usa carvão para separar a molécula da água em hidrogênio e oxigênio, combina os hidrogênios com carbono e faz qualquer cadeia de combustível, que pode ser GLP, pode ser gás natural, pode ser gasolina, pode ser querosene, pode ser óleo combustível. Quanto custa? US$ 80, que aliás é o preço diretor, o preço social de produção da energia. Marx já previa isso, ele estava correto. É o carvão que determina o preço do petróleo, porque ele é o único substituto em escala global.
Então, do ponto de vista da apropriação da renda absoluta, renda diferencial, todos aqueles que controlam o oligopólio do petróleo não abrem mão dele, a não ser pelo seu preço social alternativo, que é dado pelo preço social de produção do carvão, que seria a alternativa em escala mundial, capaz de satisfazer as necessidades energéticas. Talvez no futuro, se a tecnologia evoluir muito, podem ser os renováveis, ou então a nuclear. Porque o bolsão de petróleo remanescente convencional hoje é de cerca de 1,8 trilhão de barris. Nós estamos consumindo hoje 30 bilhões de barris por ano, portanto teria, teoricamente, [estoque para] 60 anos.
No entanto, nesse quadro, eu não vejo como se poderá abrir mão do petróleo. Ainda que fosse um desejo de apropriar mais energia renovável, aumentar a produtividade dos sistemas tecnológicos que apropriam energia do sol, o recurso menos disponível na Terra é o do petróleo. Energia natural não falta. Aquela que é disputada é a que permite maior excedente econômico, especialmente aquela que gera o lucro suplementar tão grande quanto é o petróleo hoje. Não há nada que se compare. Mesmo num sistema socialista, se eu me lembro bem do que disse o Lenin, também não se poderia abrir mão daqueles recursos que permitem produzir mais com menos trabalho, para satisfazer mais necessidades, ao invés de só acumular e botar no balanço das empresas, que é o que o capitalismo faz — essa é a grande diferença.
No entanto, nesse quadro, é absolutamente inaceitável o modelo que foi aprovado, depois que o Pré-Sal foi confirmado, em 2005, quando se furou o poço de Paraty. No poço de Paraty, debaixo do sal, havia petróleo, confirmando uma suspeita de três, quatro décadas. Em 2005 foi Paraty, em 2006 Tupi chegou.
fonte;

Defensores da PL 122 não comparecem à audiência na Câmara dos Deputados; Silas Malafaia afirma que ativistas “tomaram uma ensaboada”



O Pastor Silas Malafaia postou em seu perfil no Twitter que os ativistas defensores da PL 122 não compareceram ontem à audiência pública realizada pela Comissão dos Direitos Humanos na Câmara dos Deputados, ontem, 29/11.
“Acabo de sair da audiência pública do Senado. Nenhum defensor do movimento gay esteve presente! Tomaram uma ensaboada! A senadora Marta Suplicy, defensora número 1 da causa gay estava no congresso, mas fugiu do debate! Eles sabem e chamar de homofóbico, mas de debate eles tem medo!”, escreveu Malafaia.
A revista Veja, publicou em seu site matéria sobre a audiência, e afirmou que por estar “esvaziado” devido às ausências dos defensores do projeto de lei 122, a reunião acabou se transformando em um ato contrário ao projeto.
Segundo o texto do jornalista Gabriel Castro, a sessão foi esvaziada pelos próprios parlamentares defensores da PL 122. Entre os presentes, estavam o presidente da Comissão dos Direitos Humanos, Paulo Paim (PT-RS) e os Senadores evangélicos Marcelo Crivella e Magno Malta.
Entre os convidados a participarem do debate o Pastor Silas Malafaia e o presidente da Frente Nacional Cristã de
Ação Social e Política, Wilton Costa. O presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), defensor do projeto, não apareceu na audiência. “Os homossexuais não suportam a crítica porque não têm segurança do que são. Na hora do debate eles correm, porque são covardes. O PLC 122 é uma violência contra os princípios constitucionais”, afirmou Malafaia durante seu discurso.
Em seu discurso, o Senador Crivella afirmou que “o PLC 122 não prospera. Não passa, não será aprovado”. Magno Malta afirmou que em suas contas, 16 dos 19 membros da Comissão são contrários ao PL 122, que foi aprovado na Câmara, mas aguarda decisão do Senado.
O presidente da Comissão, Senador Paim, pretende colocar o projeto em votação no dia 07/12. A Senadora Marta Suplicy confirmou que a votação ocorrerá na próxima semana, e que pretende apresentar um projeto substitutivo ao PL 122.
No Twitter, Malafaia convocou seus seguidores a enviarem emails aos Senadores cobrando que votem contra o projeto: “O PL 122 vai ser votado na próxima quarta-feira (07/12). É importantíssimo você enviar email p/ os senadores não aprovarem esse projeto. Dê RT”

fonte;

A “lei de perseguição religiosa” poderá ser votada nesta semana – Faça aqui seu protesto





Como o leitor certamente se lembrará, o projeto de lei 122, mais conhecido como “lei da homofobia”, pretende pôr na cadeia todos os que, ainda que pacificamente, se opuserem à prática homossexual. Esse é o projeto que pode ser votado nesta semana.
Os defensores da causa homossexual, procurando explorar o sentimento de compaixão da opinião pública, colocaram o nome da lei de “Alexandre Ivo”, segundo eles um adolescente morto por causa de sua pretensa “opção sexual”. Como se os defensores da família fossem responsáveis por mortes semelhantes… Quanto a nós, preferimos chamar o PLC 122 de “Lei de Perseguição Religiosa”, nome que mostra a intenção por detrás do PLC 122.
O projeto está com a relatora, Sen. Marta Suplicy (PT-SP). Aliás, ela se ausentou da audiência pública (por quê?) realizada na Comissão de Direitos Humanos do Senado, durante a qual alguns senadores, como Paulo Paim (PT-RS), defenderam a votação já nesta semana, talvez na próxima quinta-feira, dia 8 de dezembro.

fonte.

Assista Conexão Repórter Pastor Marcos Pereira.E AS DENUNCIAS CONTRA ELE...

GOSPEL Assista Conexão Repórter Pastor Marcos Pereira 22/03/2012 na Integra Noticia religião

Assista na integra a conexão Repórter do dia 22/03/2012 onde o Pr Marcos Pereira foi acusado, mas também pode apresentar sua defesa! O Programa completo do SBT você assiste aqui!


Pastor Marcos Pereira: Um Homem na Linha de Fogo
O Conexão Repórter desta quinta, 22 de março, mostrou as várias faces de um homem. Marcos Pereira, o pastor que prega entre os mais perigosos bandidos. Roberto Cabrini seguiu os passos do homem que interrompe bailes em comunidades dominadas pelo tráfico e derruba criminosos com um simples toque. Visto como um Deus por muitos. Agora, ele é um homem na linha de fogo. O pastor é acusado de cometer estupros dentro de sua própria igreja. De promover encenações para aparecer como herói. De enganar, manipular, ordenar atos criminosos, mandar executar seus inimigos e torturar crianças. Afinal, quem é o verdadeiro homem atrás do líder religioso?

Conexão Repórter: Pr Marcos Pereira 22/03/2012 - Parte 01

Documentos em forma de imagens. E são elas justamente o fio da meada para o início da uma série de acusações contra o pastor. O escândalo envolvendo o nome de Marcos Pereira veio a partir dos depoimentos de José Júnior, fundador do Afroreggae, uma ong que desenvolve projetos culturais em comunidades carentes dos morros cariocas. Um homem com livre acesso nos morros, onde muitas vezes a bandidagem impera. Os caminhos de José Júnior e Marcos Pereira se cruzam entre os anos de 2006 e 2007. Segundo conta foi em sua companhia que Marcos Pereira, pela primeira vez, colocou os pés em uma penitenciária carioca. Hoje, José Júnior diz ser um homem ameaçado de morte e afirma ter informações de pessoas ligadas à Marcos Pereira, de que o pastor tem um plano para matá-lo.
Ao lado de Júnior, nas ameaças de morte, está um antigo homem de confiança do lider da Assembléia de Deus dos Últimos Dias. Trata-se de um outro pastor: Rogério Ribeiro de Menezes. Foram dezessete anos na igreja e durante seis, ele foi o braço direito de Marcos Pereira. Rogério revela detalhes dos bastidores envolvendo as aparições públicas do líder religioso em seus resgates nas comunidades e presídios cariocas. Segundo Rogério, o pastor Marcos Pereira teria ordenado outros atos criminosos, como a série de ataques violentos contra o Rio de Janeiro, em 2006 e 2010. Na época, delegacias, carros e cabines da Polícia Militar foram alvos dos bandidos. Ônibus foram incendiados. Os episódios são confirmados por um ex-membro da igreja. Rogério fala com a autoridade de quem sempre esteve ao lado de Marcos Pereira em suas expedições de fé. Tivemos acesso a imagens em que ele aparece com o pastor durante uma pregação na Polinter. Segundo o ex-braço direito do lider relioso, Marcos Pereira cobrava até vinte mil reais dos chefões para pregar nas favelas. Outras quantias também eram exigidas, conforme relata uma outra testemunha, um ex-traficante.

Conexão Repórter: Pr Marcos Pereira 22/03/2012 - Parte 02

O que de fato acontece dentro da igreja do pastor? Testemunhas afirmam que Marcos Pereira costuma usar seu poder para abusar sexualmente das mulheres da igreja incluindo, segundo ela, menores de idade. A primeira a falar é a atual esposa do Pastor Rogério Menezes. Ela aceita ser identificada, mas pede para que seu rosto não seja mostrado. Outras duas mulheres que foram da igreja de Marcos Pereira confirmam as acusações. As duas também prestaram depoimento. Suas identidades serão preservadas. Um outro ex-membro da igreja também fala sobre abusos sexuais. Segundo as testemunhas, os abusos aconteciam, principalmente, no templo da Assembléia de Deus dos Últimos Dias, na zona norte carioca. Aparecem também denúncias de violência contra crianças. Uma delas, de nove anos, relata que foi agredida diversas vezes por não ter um comportamento considerado adequado por Marcos Pereira. Segundo o ex-membro da igreja o Pastor Marcos Pereira teria ordenando o assassinato de  inimigos.

Conexão Repórter: Pr Marcos Pereira 22/03/2012 - Parte 03

Um homem na linha de fogo. Denúncias que se multiplicam. Foram inúmeros telefonemas para tentar uma entrevista com Marcos Pereira. Em uma das ligações, o pastor decide falar e promete responder às mais duras questões. Nossa equipe vai à sede da Assembléia de Deus dos Últimos Dias. Somos levados até o elevador e, então, à sala onde o líder religioso costuma receber seus convidados. Nota-se que uma câmera do pastor acompanha cada gesto, cada passo de nossa equipe. Enquanto aguardamos a chegada de Marcos Pereira, são mostrados vídeos de suas ações recentes. Sempre identificadas como proezas pelos pastores, membros da igreja, assessores e familiares que a essa altura já tomam conta do local. Seu trabalho social é repetidamente enaltecido até que o próprio pastor Marcos Pereira aparece. Ele rapidamente mostra a imagem de um menino de dez anos, que fala emocionado, que o líder da igreja está sendo vítima de uma guerra espiritual. Marcos Pereira então nos leva para o local onde vai aceitar responder minhas perguntas. Para surpresa de todos é no centro de uma igreja lotada de seus seguidores. Com a pressão de centenas de olhares e sempre, é claro, com a sua câmera nos seguindo.
Fonte: Conexão Reporter SBT | Divulgação: Midia Gospel

FONTE;

Padre vende Nintendo DS, mas esquece de apagar fotos de pornografia infantil.


 

Parece pegadinha daquelas bem mal feitas, mas não é: em Kalispell, um condado no estado norte-americano de Montana, um padre da Igreja Católica local foi preso sob acusação de abuso de menor e uso de pornografia infantil pelas autoridades. De acordo com o jornal local Missoulian, Rudolph Bulmann vendeu um Nintendo DS, porém esqueceu-se de formatar o aparelho, e quem o comprou acabou vendo as fotos de menores de idade nus.

À polícia, Rudolph confessou ter usado o DS para acessar sites pornográficos gays, porém garantiu que só abriu páginas que informavam que seus modelos tinham idade compatível com a legislação. Entretanto, a suspeita persistiu e um mandado foi emitido para procura em sua residência. Lá, a polícia de Montana encontrou fotos de crianças que beiravam os 12 anos - na maioria, meninos.

Bulmann já se encontrava em processo administrativo de saída (algo como "ser demitido cordialmente") da igreja local e estava sob cuidados psicológicos desde dezembro de 2011. Ele foi acusado e preso, mas atualmente responde o processo em liberdade por ter assumido a culpa do caso.

O Nintendo DS, o primeiro modelo da geração mais recente de portáteis da Nintendo, tem a capacidade de tirar fotos tal qual um smartphone, salvo a capacidade da lente, que é relativamente baixa. Este recurso permite, em alguns jogos, que usuários façam upload de seus rostos em personagens. 

fonte;

Conheça como é feito o diagnóstico do sistema eletrônico sem tocar no carro.

Campanha de ONG evangélica pede que cristãos parem de ter filhos.

 


A justificativa seriam os problemas causados pela superpopulação e o aquecimento global

 Campanha de ONG evangélica pede que cristãos parem de ter filhos
Desde que assumiu a presidência da ONG Nova Parceria Evangélica para o Bem Comum, o pastor norte-americano Richard Cizik tem defendido o cuidado à criação através de ações para preservação do meio-ambiente e a luta contra o aquecimento global. Com isso ganhou a simpatia de vários outros ministérios cristãos.
Mas agora sua organização está prestes a lançar uma campanha que está gerando polêmica no meio evangélico. Seu desejo é ver os cristãos evangélicos tomarem uma atitude radical para melhorar as condições de vida no planeta: parar de ter filhos.
O lema é “Não crescei e multiplicai”, evocando as palavras de Deus a Noé após o dilúvio. Seu principal argumento é que a Terra possui cerca de 7 bilhões de habitantes e a cada ano nascem mais 311.861.676.
A campanha chama atenção para o fato de que muitos dos “males sociais”, como crimes, fome, guerras etc. são causados, em parte, pelo número excessivo de pessoas em algumas regiões do planeta.
O apelo radical explica que é responsabilidade da igreja, falar sobre o assunto. E mais: promover um amplo debate sobre métodos de contracepção, adoção e o aborto.
Como era esperado, a campanha nem foi lançada oficialmente e já está sendo alvo de críticas dos ramos mais conservadores dentre os evangélicos.
Cal Beisner, fundador e porta-voz da Aliança Cornwall Para a Mordomia da Criação, explica: “Se você vê os seres humanos apenas como pegadas de carbono, eu acho que faz sentido. Mas o triste fato é que Cizik parece pensar numa luta global. O aquecimento do planeta é apenas uma desculpa para apoiar programas de planejamento familiar em todo o mundo”.
Beisner lembra que a história dos programas de planejamento familiar mostra que eles tendem a serem predominantemente coercitiva e altamente manipuladores.
“[Os programas] oferecem às pessoas recompensas imediatas para decisões de que eles vão se arrepender mais tarde, muitas vezes levando a esterilização involuntária ou inibindo as mulheres depois do primeiro parto”, diz o porta-voz.
Para a Aliança Cornwall, embora Cizik possa encontrar e usar passagens bíblicas sobre nossa responsabilidade humana de “cuidar da Terra”, ele não é capaz de encontrar base bíblica para a extinção da família ou um rígido controle populacional.
Esse debate ocorre justamente quando a maioria das igrejas evangélicas e católicas norte-americanas protesta contra a medida elaborada pela administração Obama em que os empregadores devem oferecer um seguro de saúde que incluísse o controle de natalidade. Isso incluiria a chamada “pílula do dia seguinte e até abortos”.
O partido republicano alega que essa medida representa “um ataque à liberdade religiosa” e tem sido um tópico constante nos discursos dos pré-candidatos que desejam enfrentar Obama na eleição deste ano.
Um dos alvos da Nova Parceria Evangélica para o Bem Comum é o pastor Rick Warren, que tem liderado entre os pastores uma espécie de campanha contra essas medidas do governo.
A principal preocupação dos evangélicos norte-americanos é que a campanha pelo controle de natalidade seja feita, com sucesso, em países mais pobres em nome da religião cristã. Afinal, Richard Cizik tem o apoio de pessoas importantes, como o bilionário George Soros.
Traduzido e adaptado de One New Snow e NEPS

fonte;

[Atualização] Ordem mais recente de Obama: A Lei Marcial, confisco da propriedade privada e trabalhos forçados .

 
Na sexta-feira, 16 de março Obama emitiu outra ordem executiva inconstitucional. A Defesa Nacional de preparação de Recursos permite ao governo confiscar propriedades sem o devido processo sob a direção de Janet Napolitano e do Departamento de Segurança Interna.

A ordem executiva permite que governo e empresas roubem propriedade privada.
A lei permite que Obama, o presidente a "tomar as medidas necessárias para assegurar a disponibilidade de recursos adequados e capacidade de produção, incluindo serviços e tecnologia crítica, por necessidades de defesa nacionais" em caso de uma "ameaça potencial à segurança dos Estados Unidos."

Mais recente Obama demonstra mais uma vez que o executivo vai continuar a violar a Constituição, nomeadamente o artigo I, Seção 1, que afirma: "Todos os poderes legislativos conferidos serão confiados a um Congresso dos Estados Unidos, que será composto de um Senado e Câmara dos Deputados. "

Qualquer promulgação da lei pelo executivo é feito em excesso de Jurisdição e é por definição traição.

Ordens Executivas Fascistas

Bill Clinton 12.919 , assinado em 6 de junho de 1994.
Clinton 12919 seguiu uma série de ordens anteriores executivos, permitindo o governo a roubar sua propriedade - e também forçá-lo a ser um trabalhador escravo - Durante uma "Emergência nacional" declarada, o governo deu-se a autoridade para apreender toda a comunicação (da televisão estações de rádios CB), confiscar todos os recursos de alimentos, incluindo fazendas e equipamentos agrícolas), assumir o controle de todos os transportes (incluindo o seu carro da família), e obrigá-lo a ponto de bala ", sob supervisão federal de" trabalhar como um escravo.

Defesa Nacional de Preparação de Recursos é um exemplo clássico de fascismo. Ele permite o governo de roubar propriedade privada e infra-estrutura de propriedade pública e entregá-lo aos seus parceiros corporativos preferenciais sob o disfarce de uma emergência nacional:

"(b) prever a modificação ou ampliação das instalações de propriedade privada, incluindo a modificação ou melhoramento dos processos de produção, ao tomar ações nas seções 301, 302, ou 303 da Lei, 50 USC App. 2091, 2092, 2093, e

(c) vender ou transferir o equipamento de propriedade do Governo Federal e instalados sob a seção 303 (e) da lei, 50 USC App. 2093 (e), para os proprietários de tais plantas, fábricas ou outras instalações industriais.

Filósofo fascista e ditador italiano Benito Mussolini usou o seu princípio de uma "nação em armas" para roubar a propriedade privada dos cidadãos. Mais recente Obama declara o direito de fazer o mesmo. Mussolini criou o corporativismo fascista - a filosofia do "Estado corporativo" - e Obama sob a direção de Goldman Sachs e transnacionais controladoras das empresas e Bankster actualiza esta doutrina corporativa-estatal, incluindo a capacidade de roubar a riqueza privada e realizada sob o pretexto de uma emergência nacional.

Lei Marcial

Administrações anteriores instaladas as bases para o movimento autoritário de Obama. Sob Reagan, agências executivas foram concedidos poderes de emergência abrangentes, não só para agarrar infra-estrutura e propriedade privada, mas também reunir os cidadãos e colocá-los em campos de concentração e forçá-los em brigadas de trabalho escravo.

Durante as audiências, o Irã-Contra, em 1987, foi revelado que o programa foi um "cenário e broca" secreto desenvolvido pelo governo federal a suspender a Constituição, declarar a lei marcial, atribuir os comandantes militares para assumir governos estaduais e locais, e deter um grande número de cidadãos americanos determinada pelo governo para ser "ameaças à segurança nacional."

DDAA Obama foi estabelecido para fornecer o mecanismo legal para a tarefa militar para prender ativistas e outros direcionados pelo governo. Antes da DDAA, o Patriot Act, a Lei de Comissões Militares e outros programas relacionados, o governo criou Rex 84 e, em particular Plot Operação Garden , um plano operacional para usar o Exército, Força Aérea, Marinha e Marine Corp, em apoio direto a operações de controle de pertubação civis. Desde então, acrescentou numerosos elementos sob a rubrica de Continuidade de Governo, a guerra global sobre a perturbação do terror, civil e resposta de emergência.

Com a escassamente coberto pela Lei Nacional de Emergência Estabelecimento Centers , a Lei de Comissões Militares , e a recente DDAA vela pelo Congresso, e uma balsa de menor legislação e directivas inconstitucionais, estamos começando a ver os contornos de um estado policial.

Mídia Corporativa Ignora Defesa Nacional de Preparação de Recursos

A pesquisa do Google Notícias produz virtualmente nenhuma menção do último ataque de Obama sobre a Constituição da mídia estabelecimento. Os meios de comunicação alternativos começaram a cobrir a última ordem executiva de Obama a partir do momento em que foi postado no site da Casa Branca na sexta-feira, mas a mídia corporativa permanece em silêncio.

Deveria ser notícia de primeira página. É um ataque direto sobre a Constituição e permite ainda uma ditadura do poder executivo e lhe permite explorar um "espectro de emergências" e lhe permita confiscar a propriedade privada e transformar cidadãos em escravos.

Como John Adams observou, o próprio fundamento da Constituição repousa sobre o conceito de propriedade privada. "No momento em que a idéia é admitido na sociedade de que a propriedade não é tão sagrada quanto as leis de Deus", escreveu Adams, "anarquia e tirania começam. Propriedade deve ser protegida ou a liberdade não pode existir. "

Fonte: Infowars

Agora, Via Prova Final

Este decreto foi publicado no site WhiteHouse.gov, na sexta-feira 16 de Março de 2012, em nome da proteção dos recursos da Defesa Nacional.

Veja aqui o decreto (Tradução mais abaixo)

Resumindo, a lei marcial em tempo de paz acaba de ser declarada, e dá ao presidente o poder absoluto, sendo o único tomador de decisões em termos de “defesa nacional”!

A Lei marcial em tempo de paz é uma preparação, uma espécie de rascunho da que virá bem ordenada.

Em que consiste esse decreto?

Sob essa ordem, os Chefes de Gabinete da Agricultura, da Energia, da Saúde e dos serviços Sociais, dos Transportes, da Defesa e do Comércio podem requisitar alimentos, animais, fertilizantes, máquinas agrícolas, energia, mas também os recursos de agua, transporte civil (veículos, barcos, aviões), e outros materiais, incluindo materiais de construção, de onde eles estiverem disponíveis.

Este será provavelmente o motivo pelo o qual o governo “chipou” fazendas com dispositivos GPS, para que saibam exatamente onde ir quando eles precisarem.

Especificamente, o governo está autorizado a alocar materiais, serviços e instalações que considere necessário ou conveniente. Ele decide os meios necessários ou convenientes para a segurança nacional.
Mais precisamente, alguns norte-americanos (agricultores …) acabam de ser simplesmente desapropriados dos seus bens!

Esta lei permite também a subvenção a empresas privadas:

Prever a alteração ou ampliação de instalações privadas, incluindo a modificação ou melhoria do processo de produção, quando se toma medidas ao abrigo dos artigos 301, 302, ou 303 da Lei, 50 USC App. 2091, 2092, 2093,

Venda ou transferência de instalações industriais para o governo federal nos termos da seção 303 (e) da lei, 50 USC App. 2093 sem o consentimento dos proprietários ou notificação. Patrões e funcionários acabam de perder os seus direitos.

Materiais de construção, alimentos como carne, manteiga ou açúcar, pneus, combustível para veículos, roupas, etc … Tudo pode agora ser repartido/limitado!

Sob este novo decreto, os chefes de gabinete estão autorizados a emprestar dinheiro, fornecer garantias de empréstimo e até mesmo subsidiar os pagamentos das taxas de mercado (sem contratos?), para tudo o que precisarem.

Declarar a lei marcial em tempo de paz abre a porta para uma guerra iminente. Ela não foi decretada porque é bonita, ela está aí para servir o governo americano…

Esta guerra pode tomar a forma de uma guerra civil nos Estados Unidos, a situação económica é grave e a dívida fora de medida. Mas a falta de dinheiro numa nação imperialista, como os Estados Unidos, conduzirá inevitavelmente a uma outra guerra … esta será Global.

Fonte: WikiStrike

Vemos o desenrolar das armadilhas impostas pela Elite governista, quese prepara para algo em prol de Defesa Nacional, que nada mais é que a imposição de um regime fascista para tentar impedir o processo de crescimento que naturalmente está expandindo. Eles estão se preparando para o caos que virá através dessas armadilhas e outras que ocorrerão naturalmente, causada por forças maiores das quais nem eles tem o controle absoluto.

Os próximos dias e meses serão decisivos e eles sabem disso, por isso estão se preparando para cercar o rebanho.





fonte