IMPORTANTE!!!

Nascemos, crescemos e vivemos como se a vida fosse apenas um pequeno espaço de tempo que temos para cumprir aqui na terra. Vivemos em busca de um dia melhor , mais interessante que o outro, corremos em busca muitas vezes de alegria, de sucesso, de fama, de uma vida profissional; bem sucedida. Ou simplesmente de viver cada dia como se fosse o ultimo de nossas vidas. Curtir, sair para se divertir, correr, pular, correr, dançar enfim viver correndo para tudo como se não houvesse o futuro a nos esperar. Nos enganamos se pensamos ou vivemos assim, existe um futuro que pode ser eternamente bom ou eternamente ruim, isso só depende do caminho que eu e você procuramos seguir hoje. A Vida como um jardim, que hoje as flores nascem, florescem e amanhã murcham e cai. Mas existe um amor que nos faz viver e eternamente bem, existe um lugar onde as flores não morrerão, onde não haverá cansaço, não haverá nem correria, um lugar onde o senhor preparou para nóis ao seu lado vivermos. Jesus no quer que você deixe de viver. Corra, brinque, se alegre, sorria, seja um jovem feliz, mais lembre-se que você pode ser assim e ter um futuro muito melhor com Jesus na sua vida. Porque Jesus morreu para que nós tenhamos vida e vida com abundância no Senhor. Jesus ama você. Aceite o desafio de conhecer e viver com Jesus.

ATENÇÃO.

ESCLARECIMENTO: ESTE BLOG NÃO TEM A INTENÇÃO DE JULGAR NENHUM TIPO DE CRENÇA OU RELIGIÃO, E SIM LEVAR O CONHECIMENTO E A INFORMAÇÃO AO POVO DE DEUS, E AS PESSOAS, DAS COISAS QUE ESTÃO ACONTECENDO NA INTERNET E NO MUNDO. MUITAS COISAS AQUI PODEM NÃO SEREM VERDADE, POIS TEMOS QUE ANALISAR AS COISAS, E VER O QUE ESTÁ CORRETO OU NÃO. JESUS DISSE: PROVAI DE TUDO E RETEM O QUE É BOM. TAMBÉM DISSE: MEU POVO PERECE POR FALTA DE CONHECIMENTO. E EU DIGO: CONTRA FATOS, NÃO HÁ ARGUMENTOS. PEÇO AOS IRMÃOS QUE OREM POR NÓS.
QUE A PAZ DE JESUS ESTEJA COM TODOS.

Escândalo em Boston: Pastor brasileiro assembleiano abusa sexualmente de cinco mulheres alegando que Deus o mandou ungir os genitais



Igreja Assembly of God Fellowship, Ministério de Madureira em Everett - Boston, onde aconteceu a maioria dos abusos (foto).


Há algumas semanas quando os jornais A Notícia e o Metropolitan publicaram as denúncias de que havia um escândalo envolvendo o pastor Elimar Gomes Alves (foto) que teria abusado sexualmente de cinco mulheres, ele já havia sido afastado da Assembleia de Deus Fellowship Ministério de Madureira em Everett, afastamento que se deu por exclusão conforme e-mail enviado à redação pelos pastores Marlenicio Gomes, Deiber Souza e Aredes Nunes, em resposta a uma consulta feita pela nossa reportagem.



Elimar Gomes Alves saiu de férias com sua família para a Florida e outros Estados americanos e na segunda-feira, 3 de maio teria embarcado para o Brasil no voo JJ8081 da TAM que saiu do Aeroporto John Kennedy em New York às 7h40 PM e chegou em Guarulhos na terça-feira, 4 de maio às 7h27 da manhã. De acordo com a Polícia Federal brasileira Elimar embarcou com o passaporte vencido e foi anotada a observação “Documento inválido. Data de validade do documento expirada”. A notícia de que Elimar Gomes Alves havia ido embora para o Brasil foi dada num culto na terça-feira, 4 e caiu como uma bomba na igreja e principalmente entre as vítimas dos abusos sofridos.


A reportagem do Metropolitan conseguiu falar por telefone com Elimar Gomes na quarta-feira, 5, e ele negou que tivesse ido embora para o Brasil. “São improcedentes as acusações de que abusei de mulheres. Somente impus as mãos no colo do busto e não como foi dito. Meu pastor no Brasil me disse para ir embora e não vou regressar a Boston. Estou aguardando uma posição do meu advogado sobre como devo agir”, disse Elimar. Ao ser perguntado sobre os motivos das acusações respondeu “Talvez o desejo por parte da acusadora fosse de vingança, e só sei de uma acusação e desconheço as outras acusações contra mim”, declarou antes de desligar o telefone, afirmando que está nos Estados Unidos.


Quatro das cinco mulheres que foram abusadas por Elimar Gomes Alves, prestaram depoimento na Polícia de Everett e o caso foi enviado para o District Attorney Office e está sendo mantido sob sigilo pelas autoridades.



“O Elimar disse que foi embora para ser curado lá no Brasil, para mim ele não passa de um rato que fugiu largando tudo para trás, inclusive a sua família que vai depois e é decepcionante que tenha fugido desta forma sem dar explicação alguma do que fez, achando que vai ficar tudo bem”, disse um frequentador da igreja que era pastoreada por Elimar Gomes Alves, que enviou correspondência para a Convenção do seu minstério no Brasil, dizendo que ia embora e que se submeteria ao processo de disciplina.



Elimar Gomes Alves foi excluído da Assembly of God Fellowship, Ministério de Madureira em Everett, mesmo passo tomado pela CONAMAD, entidade que reune as igrejas da mesma convenção nos EUA.



Com emoção e indignação o depoimento foi dado diante de duas testemunhas e gravado em audio. Confira a seguir os detalhes do que foi dito:

O casal teve problemas no casamento e a mulher buscou conselhos com o pastor Elimar, que fazia orações e dava conselhos num longo processo que durou cerca de quatro anos. Numa destas visitas há mais ou menos dois anos quando o marido não estava presente, Elimar tocou no seio dela por dentro da blusa, e disse que ela era como filha dele e que aquilo não era nada. A mulher tomou um susto e ficou sem saber o que fazer.



Quando ela disse ao marido o que havia acontecido ele tomou um choque e pensou que devia ser um acidente e não quis acreditar. Elimar dizia que as dificuldades do casal podia ser alguma coisa hereditária e que precisava orar.



O marido disse para a esposa que não fosse mais sozinha e quando ele ia Elimar orava normalmente e as vezes pedia para que o marido colocasse a mão nos órgãos genitais da esposa e colocava a mão dele por cima.



Numa outra vez que a mulher foi sozinha ele tocou nela por dentro da saia e falou que tinha que ungí-la, e ela perguntou a ele o que estava acontecendo, afirmando que aquilo estava errado, mas Elimar retrucou dizendo que tinha que ungir porque Deus estava mandando que ele fizesse. Uma certa vez Elimar Gomes Alves foi na casa do casal que que havia se desentendido e disse que ia orar por ela, mas que o marido teria que ficar dentro do quarto para que ele pudesse fazer a oração na sala sozinho com a mulher.



Nesta ocasião Elimar abaixou a roupa dela e ela puxou de volta e disse que daquele jeito ela não permitiria. Quando o marido soube e foi falar com ele, Elimar confessou o que havia feito, mas que não era o que o homem estava pensando e ainda citou um texto da Bíblia dizendo que ‘Todas as coisas são puras para quem é puro e todas as coisas são impuras para quem é impuro’.



“Quando soube disto eu falei que tinha que fazer alguma coisa. Porém tinha medo de falar na igreja e ninguém acreditar e segurei tudo isto já há um ano”, diz o homem. Marido e mulher foram falar com Elimar e exigiram conversar com a esposa dele, e sempre que tocavam no assunto, eram levados na conversa e pensavam que Elimar podia estar certo por causa do modo como ele falava. Quando o casal descobriu que Elimar estava agindo e abusando de outras mulheres resolveram buscar ajuda e chegaram à conclusão de que tinham que tomar uma providência urgente. “Ele estava de safadeza e procurei os pastores”, continua o homem.



Os pastores foram na casa do casal que contou a eles tudo o que havia acontecido e foram até Elimar que confessou os abusos, escreveu uma carta para a igreja pedindo perdão e foi lavrada uma ata na igreja e quando saiu de lá inverteu as coisas dizendo que as pessoas estão inventando coisas a seu respeito, diz o depoimento.



“Está sendo duro demais e soube que ele fez um churrasco na casa dele junto com algumas pessoas e para não fazer nada contra ele vou procurar as autoridades”, diz o homem que se mostra abalado e inconformado com as histórias que ouviu de abusos contra as outras mulheres em comportamentos semelhantes de Elimar Gomes Alves. “Conversei com uma delas e é o mesmo modo de ação, e Elimar dizia que agia daquele modo porque Deus estava mandando que ele ungisse as mulheres nas partes íntimas”, conclui.



As palavras que estão sendo ouvidas na igreja é que Elimar Gomes Alves faltou com o decôro eclesiástico, quando se fala entre o povo é é que na realidade ele enfiava as mãos dentro das saias e blusas das mulheres abusando delas durante anos sem que elas tivessem coragem de buscar ajuda e denunciá-lo pelos abusos que sofreram. “A característica principal destas mulheres que foram abusadas pelo Elimar é a fragilidade emocional, das quais ele tirou proveito e abusou delas”, diz um membro da igreja que pede para que seu nome seja preservado.



Nesta semana tanto Elimar quanto sua esposa enviaram mensagens de texto e e-mail para diversas pessoas. Nas suas mensagens, Elimar dá um tom de despedida, já sua esposa ataca as pessoas que teriam virado as costas para seu marido:
“Estou me despedindo por alguns dias de você que se mostrou leal a mim durante este processo c (..) porque sou culpado de alguma coisa, mas porque quero proteger minha familia e obedecer meu pastor. Sou grato a Deus por sua vida e ajuda, bem como lealdade e orações em meu favor, eu mesmo me propus a passar volto a cena para ver como tudo ficara. Não sei se volto a pastorear junto com o Pr Oides (Goiânia) e quem vai definir tudo isso. Mais uma vez, quero que você saiba. Que Deus vos Cristo meu remidor e justificador Pr Elimar”, afirma Elimar nas mensagens de texto.

“Estou a me fazer muitas perguntas, um homem q casou tantos ali, apresentou os filhos de tantos ao Senhor, discipulou e separou pro ministerio a maioria q ali esta, agora e’ jogado de lado como se o pecado dele fosse maior do q a misericordia de Deus! Realmente o q mais doi nisso tudo pra mim e’ a ingratidao dos dentes q agora mordem a mao q um dia os alimentou! Oro por todos aqueles q nesse momento se sentem no direito de julgarem como se fossem Deus, de apedrejarem como se nao tivessem pecado! E espero q nenhum desses um dia precisem da misericordia e do carinho q hoje estao se recusando a dar! Pois nada como um dia apos o outro, o amor q plantamos ontem hoje e’ colhido atraves de quem menos esparava-mos! Me pergunto onde erramos no discipulado pra gerar obreiros (as) tao amargos e vazios! Mas ate no vale aprendemos a melhorar e quem sabe numa proxima oportunidade fazer diferente. Que Deus tenha misericordia de todos nos e faca de nos verdadeiramente servos! Aquele que Deus usou pra tirar tantos da boca do lobo foi mordido pelo lobo e agora os q alcancaram um lugar seguro viram as costas e dizem: que sangre ate morrer! Mas o Deus q conheco nao apenas de ouvir falar e’ Deus de segunda chance! Enquanto brincam de serem juizes eu prossigo olhando pro meu amado Redentor fazendo o que muitos deles nao fazem: GANHANDO ALMAS! Missoes ate o arrebatamento! Amar sim, abandonar JAMAIS! No amor Daquele cuja as misericordias nao tem fim e sao a causa de nao sermos consumidos”, diz o e-mail enviado para alguns dos membros da igreja. As mensa-gens foram preservadas nas formas originais que foram escritas e remetidas e foram enviadas para a redação do Metropolitan por pessoas que as receberam.

A grande pergunta que se faz é se Elimar Gomes Alves foi embora para o Brasil ou ainda está nos EUA, disposto a enfrentar as acusações de abuso sexual?





Fonte:http://libertosdoopressor.blogspot.com/2010/05/escandalo-em-boston-pastor-brasileiro.html

Nenhum comentário: